Os sobrevôos das ‘Fênix’, nada de outsiders na política

Pesquisas atuais e as eleições municipais passadas retratam a preferência do eleitor

Quando se vê a média de 25% de lulistas e de 25 à 30% de bolsonaristas, nota-se que há um grande universo de 45% para a construção de um nova via.

O que também se vê é que na cabeça do eleitor a escolha está para os políticos tradicionais e não mais os novos, os chamados “outsiders”.

No DF; a história não é diferente, em 2.014, Fraga, Eliana e Alírio tiveram juntos para Câmara Federal quase 300 mil votos. Em 2.018, em duas chapas separadas, tiveram em torno de 200 mil votos para o GDF.

Com esta configuração, contabiliza-se de 03 a 04 nominatas, orientadas pelo mentor, estrategista e construtor de nominatas, o advogado Lucas Kontoyanis, dará para se eleger no mínimo 04 distritais, 02 federais e até mesmo um bom nome para vice ao Palácio do Buriti.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui