As ‘bicicletas fantasmas’ de Manaus

O grupo Pedala Manaus, em associação com outros grupos de ciclismo de Manaus, já instalaram nos últimos 2 anos 6 ghost bikes em homenagem às 9 vítimas ocorridas por atropelamento na região metropolitana de Manaus.

Somente em janeiro de 2017, foram 2 vítimas fatais. Em 25 de janeiro, o jovem Leonardo Tavares (17) perdeu a vida, após ser atropelado por um ônibus na Av. Constantino Nery, próximo ao Parque dos Ingleses, e uma Ghost Bike na Av. Constantino Nery, próximo à Igreja Messiânica foi erguida em memória e protesto. No outro dia, em 26 de janeiro, Jacó Bezerra Martins (34) foi atropelado por um Carro na cidade de Iranduba.

Ghost Bike ou Bicicleta Fantasma da Av. São Jorge. / Foto: Divulgação
Ghost Bike ou Bicicleta Fantasma da Av. São Jorge. / Foto: Divulgação

As  “Ghost Bikes” ou “Bicicletas Fantasmas” são bicicletas brancas instaladas em locais de acidentes fatais com ciclistas, ela serve como memoriais em homenagem a quem perdeu a vida para a pressa de alguém, além disso, ela sinaliza de forma clara que a falta de planejamento viário e a omissão do poder público transforma a sociedade em vítima. Mais que isso, ela também têm o objetivo de evitar que aquela morte caia no esquecimento, sendo considerada apenas um inconveniente temporário ao trânsito de uma tarde qualquer.

, mais de 150 ciclistas e familiares do falecido Antonio Wilson Conceição, estiveram na região próxima ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes para a manifestação contra as mortes no trânsito e instalação de mais uma “Ghost Bike” (a fatalidade ocorreu no último sábado, dia 25/05/13). / Foto : Nilton Leal
Mais de 150 ciclistas e familiares do falecido Antonio Wilson Conceição, estiveram na região próxima ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes para a manifestação contra as mortes no trânsito e instalação de mais uma “Ghost Bike” (a fatalidade ocorreu no último sábado, dia 25/05/13). / Foto : Nilton Leal

Uma das Os motoristas, além de não respeitarem os ciclistas, ainda passam gritando para assustar ou tentar tocar, botando a mão para fora do carro. Coisas assim, acontecem em Manaus e ninguém toma providências.

O trânsito é muito inseguro tanto para os ciclistas quanto para os pedestres e até mesmo para os veículos motorizados. Não se pode, porém, achar que isso é algo normal.

'Ghost Bike' foi instalada por ciclistas em memória à vítima (Foto: Thiago Correa/Arquivo Pessoal)
‘Ghost Bike’ foi instalada por ciclistas em memória à vítima (Foto: Thiago Correa/Arquivo Pessoal)

Abaixo, a lista das vítimas (cedida pelo Pedala Manaus) e locais das Ghost Bikes instaladas na cidade de Manaus.

Rogério Cirino de Sá Ribeiro, goiano, 51 anos, casado, três filhos. Bacharel em Administração de Empresas pela UNIPLAC. Licenciado em História pela UPIS e MBA em Gestão de Projetos pela ESAD. Empresário do audiovisual desde 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui