Veículo incendiado não foi utilizado por Lázaro, aponta perícia

Informações preliminares baseadas na perícia feita no veículo incendiado, encontrado no perímetro das investigações em busca ao serial killer Lázaro Barbosa dão conta que o suspeito não utilizou o carro.

É o que informou a Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO) em último boletim divulgado nesta quarta-feira (23/06).

O perímetro de atuação da força-tarefa continua o mesmo. A área operacional não foi aumentada. Embora todas as denúncias que chegam para as equipes sejam verificadas, após passar pelo crivo inicial da inteligência. De acordo com a SSP, os agentes de segurança continuam avançando nas buscas. A operação acontece diuturnamente.

A comunicação do comando da operação está sendo provida pelo Sistema de Radiocomunicação da Polícia Federal, o TETRAPOL. Ele é o único instalado na região capaz de prover a comunicação de longo alcance, além de contar com o melhor sistema de criptografia existente na radiocomunicação, que é de uso exclusivo da PF. São 40 rádios com o Comando Controle e 30 Rádios com a PF. Ao todo são 70 rádios distribuídos  para comunicação da operação.

A casa onde o foragido possivelmente esteve foi periciada. Os peritos recolheram vestígios de todas as áreas que foram possíveis de realizar a coleta.

Solicitamos que qualquer informação relevante seja encaminhada para o disque denúncia criado para operação de captura de Lázaro Barbosa: (061) 9 9839-5284, ou por meio do aplicativo Brasil Mais Seguro.

Diário de Goiás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui