Superpedido de impeachment será apresentado na Câmara

A cúpula menor, voltada para baixo, abriga o Plenário do Senado Federal. A cúpula maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.

Partidos e parlamentares de direita, de esquerda, de centro, entidades e centrais sindicais, movimentos sociais e pessoas físicas decidiram pela iniciativa ante as 500 mil mortes

Por Extra Classe

Partidos e parlamentares de direita, de esquerda, de centro, entidades sindicais como a CUT, movimentos sociais e pessoas físicas decidiram apresentar o superpedido de impeachment de Jair Bolsonaro à Câmara dos Deputados na próxima quarta-feira, dia 30 de junho, às 14h.

A decisão foi tomada na última quinta-feira, 24, em reunião virtual ampliada. A peça inclui o conjunto de crimes cometidos pelo atual presidente da República desde que tomou posse em 2019, a maioria deles durante a pandemia do novo coroanvírus, que resultaram na morte de mais de 500 mil brasileiros.

Mais de 100 pedidos

O pedido conjunto agrupa mais de uma centena de iniciativas apresentadas junto à Câmara dos Deputados por partidos, parlamentares, associações profissionais, entidades de classe e pessoas físicas, por diversos motivos, desde a posse de Bolsonaro.

O protocolo do pedido será acompanhado de ato político com participação das lideranças políticas e sociais e aberto à participação popular. Os responsáveis pela apresentação do pedido concederão entrevista coletiva após protocolar o documento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui