Colégio Adventista doa mais de 2 mil toneladas de alimentos para instituição de Brasília

Ação envolveu alunos e pais em campanha de amor ao próximo

O Centro Internacional de Estudos e Pesquisas sobre a Infância da PUC-RS realizou uma pesquisa sobre crianças e adolescentes em situação de rua e em acolhimento institucional com trajetória de vida nas ruas. A pesquisa identificou violações de direitos sofridos por essa população, incluindo a luta pela sobrevivência, o racismo estrutural, o trabalho precoce, a baixa escolaridade e a violência vivenciada nas ruas e no âmbito familiar. Tais situações são agravadas pela pandemia, e esses grupos tornam-se mais vulneráveis, segundo a avaliação de especialistas.

Há mais de 50 anos, Maria da Guia dedica tempo e recursos para transformar a vida de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Em todo esse tempo, ela já adotou cerca de 300 crianças e trabalha para garantir segurança e dignidade a elas. Maria atua como diretora do Centro de Projetos e Assistência Integral (CEPAI). “Comecei como voluntária há muitos anos. Me envolvi de tal forma, que hoje mais de 300 filhos espalhados pelo mundo já passaram por aqui. Uns se casaram, outros foram para outros estados. Isso é a minha vida, é onde recebo e dou amor”, conta, emocionada.

Sabendo a necessidade do CEPAI, o Colégio Adventista de Taguatinga doou, na última sexta-feira (25), cerca de duas mil toneladas de alimentos que vão beneficiar mais de 200 famílias. A diretora do Colégio, Cilene Antes, explica a percepção se deu após uma visita ao CEPAI. “Foi aí que lançamos o desafio para a agência de voluntariado da nossa unidade e os alunos foram incentivados a ter um olhar diferenciado, além de conhecer as dificuldades das pessoas e ajudá-las”, detalha.

*Empatia e compaixão*

Cilene salienta que nenhum incentivo, como notas extras, foi oferecido aos alunos. “Ficamos felizes em ver a forma como eles abraçaram e se envolveram no projeto. Tivemos muitos pais também envolvidos. Eles não ganharam nada em troca, foi um apelo aos corações e eles aceitaram. Então, conseguimos esse resultado positivo”, comemora.

Durante a entrega dos alimentos, os estudantes cantaram uma música de amor e esperança aos presentes. Na ocasião, uma oração também foi realizada. O líder da Educação Adventista para Brasília e Entorno, Márcio Castro, frisa que a agência de voluntariado tem sido um diferencial para a unidade escolar de Taguatinga. “Estamos cumprindo nosso papel. Um deles é atuar em questões sociais. Nossos alunos estão cumprindo a missão de ajudar e transformar vidas. Vamos continuar avançando e realizando boas práticas dentro das escolas adventistas aqui no Planalto Central”, pontua.

O aluno do segundo ano do Ensino Médio, Luís Eduardo, participou do projeto. Ele conta que foi uma oportunidade de contribuir e aprender. “Foi muito gratificante. O meu coração está cheio de alegria ao ver o sorriso das pessoas, das crianças e da diretora do CEPAI. Estamos ajudando, sendo instrumento de Deus, e é isso que Ele quer de nós”, conclui o estudante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui