Com obstrução intestinal, Bolsonaro será transferido a São Paulo, médicos avaliam cirurgia

Conforme ministro, equipe médica irá avaliar necessidade de cirurgia de emergência na capital paulista

O presidente Jair Bolsonaro está com uma obstrução intestinal e deverá ser transferido para São Paulo. Na capital paulista, ele será submetido a mais exames, onde será definido se haverá ou não necessidade de uma cirurgia de emergência. A informação é do ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Conforme Faria, a situação é decorrente da facada que Bolsonaro levou antes das eleições de 2018. O presidente foi internado no Hospital das Forças Armadas na manhã desta quarta-feira. Inicialmente, ele ficaria em observação por um prazo de até 48 horas e não necessariamente no hospital, segundo a Secretaria de Comunicação Social.

O médico Antônio Macedo foi chamado a Brasília e realizou exames em Bolsonaro. O profissional já fez, ao menos, três cirurgias no presidente. Além da obstrução intestinal, o presidente vem reclamando de constantes crises de soluços, que teriam iniciado há mais de dez dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui