Almoço de boas lembranças contadas; Pontes disse que seu papel na política é de conselheiro

Berinaldo Pontes, Helio Rosa, Osmar Pontes e sua esposa como anfitriões do almoço. Foto: Reprodução

Uma tarde proveitosa de muitas histórias e ensinamentos, um bate-papo informal e amigável com Osmar Pontes

Pontes possui uma história política exemplar e emocionante que foi muito lembrada no almoço especial em sua casa em Planaltina. Ele é fundador do PP e está filiado até hoje, onde foi convidado pelo amigo e ex-deputado federal Benedito Domingos.

Sua história partidária começou nos movimentos das diretas já, junto com Múcio Ataíde e o ex-ministro do STF, Maurício Corrêa. Pontes foi presidente da Associação Comunitária de Brasília, um pioneiro em Planaltina que fundou o PMDB junto com líderes do DF e empresários da cidade, depois o PPR junto com o ex-governador Roriz e o PP com o ex-deputado federal, Benedito Domingos.

O empresário do ramo alimentício e da construção civil, Osmar Pontes, é do Conselho de Pastores, ajudou na criação de diversas associações em Planaltina como a de moradores e inquilinos, e a comercial e industrial da cidade.

Osmar passou por duas experiências de votação maciça, uma quando foi candidato pelo antigo PAS, do Alemão Canhedo, e a outra com a votação expressiva de seu filho Berinaldo Pontes como o candidato mais votado na história planaltinense, e que está na Secretaria Geral do PROS Nacional.

O empresário também fez referência à diferença das lideranças de antigamente e as atuais, para ele as de antes faziam muitas atividades sempre junto com o povo, e as de hoje se encontram muito distantes.

O conselho que Pontes dá a todos as lideranças políticas é que sejam mais humanos, que procurem ver as reais necessidades sociais da comunidade.

“Quando eu fazia parte dos movimentos comunitários, procurava atender com oportunidade de trabalho, moradia, alimentação e distribuição de leite”, disse Osmar Pontes.

Em suas lembranças, citou as famosas lideranças planaltinenses como Frantônio, Dr. Pedro Mendes, Sr. Mello, Joaquim, Damásio, Mário Alves, Geraldo Mello, professor Claudio Martins, Dr. Juarez de Paula, professor Mário César e muitos outros.

Citou também os grandes políticos que conviveu, como Múcio Ataíde, Maurício Corrêa, Jarbas Passarinho, José Roberto Arruda, José Aparecido, Vanderlei Valim, Paulo Octávio, Frejat, Roriz e Benedito Domingos.

Em cada nome, ele tinha uma história de luta pra contar… A tarde passou voando…

Obrigado meu amigo Pontes pelos ensinamentos e conselhos!

Galeria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui