Setor produtivo do DF também quer protagonizar no tabuleiro eleitoral

Comércio, serviços, indústria, construção civil e agropecuária contribuem com a economia do DF e também querem seus representantes no jogo eleitoral

O grupo é composto pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-DF), Federação das Indústrias (Fibra-DF), Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (Fape-DF), Federação Interestadual das Empresas de Transporte de Cargas do Distrito Federal (Fenatac-DF), Federação das Associações Comerciais e Industriais do Distrito Federal (Faci-DF), Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal (Sebrae-DF).

Os nomes que mais se destacam são do empreendedor Paulo Octávio, do empresário e deputado Rafael Prudente e do produtor rural Joe Valle, o trio têm portas abertas para o setor responsável pelo crescimento da economia brasiliense. Um representa a construção civil, o outro serviços na administração pública e o último a agropecuária.

Seguimentos que devem ser respeitados e convidados para futuras conversas e acordos são dos representantes do setor produtivo que se posicionam muito bem no tabuleiro e melhoram a estratégia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui