Ibaneis visitará a Cidade Estrutural nesta quarta-feira (06)

Com agenda a partir das 08:30, Ibaneis encerrará sua visita no Galpão do Projeto Tijolo Solidário

A escolha foi feita pela assessoria do governador Ibaneis para visitar espaços importantes da Estrutural que dão resultados na inclusão social e na geração de emprego, trabalho e renda.
As 08:30 terá um café da manhã no restaurante comunitário, as 09:00 reinauguração da Agência do Trabalhador e o encerramento da agenda será as 09:30 no Galpão do Projeto Tijolo Solidário, tudo coordenado pela administradora regional da SCIA Estrutural, Vânia Gurgel.
“Ficamos felizes com a visita do Governador, isso demonstra a satisfação de Deus ao cuidarmos dos menos favorecidos”, disse o coordenador do Tijolo Solidário, Paulão da Estrutural.
Projeto Tijolo Solidário
O projeto tijolo solidário consegue agregar vários interesses governamental, social, econômico e ambiental.
São doações de restos de construção civil para realização de mutirões para construção de moradias populares às famílias que vivem há anos sem uma moradia digna.
São vários parceiros cada um com sua importância para sociedade. O mercado da reutilização e da  reciclagem. Para geração de empregos, o projeto vai produzir blocos, meios fios, telhas e outros conhecidos como artefatos, produtos ecologicamente corretos, todos produzidos de resto de construção civil acumulado no antigo lixão da Estrutural.
Este tipo de tijolo é ecológico pois não vai para o forno como o convencional, evitando a emissão de gás carbônico para a atmosfera e a queima de lenha para sua cura, atendendo os interesses, ainda em 2021, do acordo mundial da Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável, o Fórum do Banco Interamericano de Desenvolvimento, a Cúpula do Clima e a Conferência do Clima Cop26 que vai acontecer em novembro deste ano.
O projeto pretende também qualificar ex-catadores, reeducandos, moradores de rua, mulheres e pessoas que realmente se sentem excluídas da sociedade para enfim ter uma profissão no mercado sustentável que avança no Brasil e no mundo. Foto: Paulão da Estrutural no centro, durante visita da Secretária da Mulher do GDF, Ericka Filipelli.
Política Nacional de Resíduos Sólidos e o Novo Marco do Saneamento Básico
O novo marco do saneamento básico, recentemente aprovado pelo Congresso Nacional, postergou o prazo para o fim dos lixões estabelecido pela Política Nacional de Resíduos Sólidos de 2010, cujo prazo anterior era até 2014.
De acordo com a nova lei, as prefeituras tinham até 31 de dezembro de 2020 para elaborar o plano de gestão dos resíduos sólidos e garantir o descarte correto do lixo. Segundo especialista, a nova lei não faz grandes modificações nas diretrizes já previstas na Política Nacional de Resíduos Sólidos, mas torna os prazos abrangentes para o cumprimento da meta de eliminar os lixões no País.
A principal mudança feita pelo novo marco em relação ao descarte do lixo é: capitais e regiões metropolitanas têm até 2 de agosto de 2021 para acabar com os lixões, enquanto cidades com mais de 100 mil habitantes têm até agosto de 2022 como prazo final. Cidades entre 50 e 100 mil habitantes têm até 2023 para eliminar o problema e municípios com menos de 50 mil habitantes têm até 2024.
O Brasil é o quarto país no mundo que mais produz lixo segundo o estudo “Solucionar a Poluição Plástica: Transparência e Responsabilização”, feito pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF). Os municípios brasileiros produzem 11.355.220 toneladas de lixo plástico por ano e apenas 1,28% é reciclado. Os Estados Unidos ocupam o primeiro lugar na produção de lixo, seguido pela China (2º) e Índia (3º).

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui