Especialistas dizem que Deltan Dallagnol está inelegível

Lei Complementar 64/90 é clara ao estabelecer o período de oito anos de inelegibilidade

Deltan Dallagnol, ex-procurador do MP não poderá disputar cargos eletivo em 2022, segundo advogados especialistas em direito eleitoral.

O motivo é sobre um processo administrativo disciplinar no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) que ainda está pendente.

O ex-coordenador da Lava Jato anunciou sua saída do Ministério Público com planos de disputar uma vaga na Câmara Federal, mas a Lei 64/90 não autoriza que membros do Ministério Público que tenham questões jurídicas pendentes possam se candidatar.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui