Tonico Pereira estreia em “Um Lugar ao Sol” e Berinaldo lembra de filme gravado no DF

O longa “O Cego que Gritava Luz” foi gravado às margens do Lago Paranoá em 1996

Antônio Carlos de Sousa Pereira, mais conhecido como Tonico Pereira, é um ator brasileiro. Conhecido por seus papéis cômicos, ele é consagrado tanto na televisão, como no cinema, onde já atuou em mais de 50 produções.

Há 25 anos, Preto Rezende, do grupo Via Sacra de Planaltina-DF, convidou na época alguns membros para serem figurantes do filme que tinha como protagonista Tonico Pereira. E um deles foi Berinaldo Pontes.

O ator Tonico Pereira gravou uma pequena participação na trama “Um Lugar ao Sol”, novela que está sendo escrita por Lícia Manzo e, em 1996, foi protagonista no drama “O Cego que Gritava Luz” do cineasta João Batista de Andrade.

Novela Um Lugar ao Sol

Tonico Pereira contracenando com Cauã Reymond em gravação da novela da Globo Um Lugar ao Sol

Na trama, o personagem de Tonico será Romero, o professor de um dos gêmeos interpretados por Cauã Reymond. O ator, de 72 anos, já gravou todas as suas cenas. O personagem morrerá no início da trama.

O Cego que Gritava Luz

Aos 37 min e 59s, aparece o jovem Berinaldo Pontes de camisa listrada contracenando com Tonico Pereira | Foto: Reprodução

No drama, Tonico interpretou Dimas, um velho bêbado cujas histórias divertem de forma inadvertida os descrentes clientes de um bar à beira do Lago Paranoá, em Brasília.

Até o dia que a narrativa do assassinato de duas meninas, cuja a única testemunha foi um cego, que tateou o rosto de um dos assassinos, passa a incomodar Lourival, que reage de forma inusitada e reveladora.

O filme participou do festival norte-americano de Palm Spring, foi um dos selecionados para a mostra de cinema brasileiro do Festival de Berlim e exibido no Wine Country Festival, na Califórnia.

Veja o filme

Elenco: Tonico Pereira, Roberto Bomtempo, Murilo Grossi, Renato Matos, Pedro Lacerda, Caco Tom Carlos, Laura Alves Moreira e elenco.

Produzido por Riofilme – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro; Secretaria Municipal de Cultura; Solutions Produção e Comunicações Ltda.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui