O Modelo é ruim

Nio de Pádua, professor, jornalista, poeta e escritor da história planaltinense | Foto: Reprodução

Vem aí o 15 de Novembro

Por Nio de Pádua
Dando uma breve olhada na importância histórica da data, nota-se de imediato que a República brasileira foi promovida e bancada inicialmente pelos militares, portanto, mais importante para nossas forças de segurança nacional do que a Independência, que fora promovida pela monarquia.
Ocorre que nosso governo de hoje, que se auto intitula: conservador e é militarizado, não irá, certamente, promover nenhum movimento de demonstração de força, como o fez em 7 de Setembro.
Não porque o nosso presidente foi envergonhado, depois de mais uma bravata inconsequente, mas pelo fato de que a ideia do conservadorismo bolsonarista está situada no regime militar pós República, ou seja, entre 1889 e 1930, um misto de escravidão mal resolvida e uma república militarizada apoiada na produção agrícola, onde os patrões votavam e os demais batiam palma, inclusive as mulheres.
Daí tira-se a conclusão de que estamos revivendo um dos períodos mais sombrio de nossa sempre atacada democracia. O modelo copiado é péssimo, inclusive para as relações internacionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui