Lula mente no Parlamento Europeu

O ex-presidente e ex-presidiário, mas não ex-condenado, Luiz Inácio Lula da Silva, viaja pela Europa na tentativa de “limpar sua imagem”

Por Rogério Cirino

Lula participou de uma conferência no Parlamento Europeu, em Bruxelas na Bélgica, nesta segunda-feira (15) e aproveitou a oportunidade para tentar limpar sua imagem, suja por incessáveis escândalos de corrupção.

 “Eu estou livre. O juiz que me processou está sob suspeição porque ele mentiu no julgamento. Quando a gente perguntava qual era a razão da minha condenação, não tinha razão. Era um fato indeterminado. Por causa de um fato indeterminado que nem eu sei, eu fui condenado. Hoje eu estou inocente.” Disse o exp-residente e ex-presidiário.

A afirmação é uma mentira deslavada: ao anular o processo o STF não inocentou o chefe do “petrolão”, pelo contrário, ordenou que o processo fosse refeito na justiça federal de Brasília, onde muito provavelmente será condenado.

De quebra o ex-presidiário aproveitou para atacar Sérgio Moro, seu rival na eleição presidencial que se seguem em 2022.

Rogério Cirino de Sá Ribeiro, goiano, 51 anos, casado, três filhos. Bacharel em Administração de Empresas pela UNIPLAC. Licenciado em História pela UPIS e MBA em Gestão de Projetos pela ESAD. Empresário do audiovisual desde 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui