A dificuldade de Ibaneis para escolher o Senado

A disputa ao Senado da centro direita pode ser Ibaneis, Flávia ou Paulo Octávio

Em conversas com vários players políticos da centro direita o que se extrai são três alternativas para 2022
Se Flávia Arruda (PL) vier ao Buriti, a coisa aperta para Ibaneis por que a aliança nacional do seu partido com o PP e o Republicanos configura uma união no DF, mais o atrativo da vaga de majoritária para o MDB, só restará a estratégia do governador de concorrer ao Senado.
Se Flávia Arruda vier ao Senado, conforme análise do ato de filiação de Bolsonaro no PL que deixou claro que o evento não era para lançar ninguém e que será melhor garantir uma vaga no Senado do que arriscar ao governo, Ibaneis Rocha (MDB) poderá ter um vice do Centrão e conseguir abrigar os aliados do governo federal.
Se Flávia Arruda vier a reeleição, ajudará Ibaneis a assumir o compromisso com seu fiel escudeiro Paulo Octávio (PSD) que já está mobilizando sua frente de apoiadores para disputar ao Senado Federal.
É, na verdade, Ibaneis não pode descartar a parceria com Flávia Arruda, só assim poderá resolver seu embróglio político, uma vez que está com a máquina na mão, mas com um governo paralelo!

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui