Municípios de Goiás serão orientados a adotar passaporte da vacina

Vacinação contra a covid-19 em Anápolis. (Foto: Bruno Velasco)

Os municípios de Goiás serão orientados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) a adotar a exigência de um passaporte da vacina

O documento, com comprovante da vacinação contra a covid-19, valeria para locais fechados e eventos.

Uma nota técnica com a recomendação a nível estadual deve ser publicada na sexta-feira (3). A ideia da SES-GO é que os municípios exijam dos cidadão a comprovação da vacinação para entrada em shows, jogos de futebol, teatros, cinemas e outros eventos de grande porte, especialmente em ambientes fechados.

O estado ainda tem uma baixa cobertura vacinal, com 74,38% com pelo menos uma dose e apenas 58,75% com a imunização completa. A estagnação da aplicação de vacinas nas últimas semanas preocupa. Por isso, impor o passaporte da vacina é uma tentativa de estimular a busca pelo imunizante.

Pelas contas da pasta, cerca de 685 mil goianos elegíveis para se vacinar – de 12 anos ou mais – ainda não tomaram sequer uma dose da vacina. O público que pode se imunizar e ainda não completou o esquema vacinal é de cerca de 1,8 milhão de pessoas.

A abstenção à vacina preocupa, principalmente com a chegada da variante ômicron ao Brasil.

A adesão à recomendação para adoção do passaporte da vacina caberá a cada município, como definido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Nas principais cidades do estado, a medida não foi implementada. Porém, cidades como o Rio de Janeiro cobram comprovação de imunização para entrada em estabelecimentos e eventos.

Rafael Tomazetti – Diário de Goiás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui