Movimento “Terço dos Homens” é homenageado em sessão solene

Iniciado em Pernambuco a partir de um grupo de 11 homens que rezavam o terço, mensalmente, na rua, movimento foi acolhido por paróquias de todo o País

Denise Caputo – Agência CLDF

Movimento católico, o Terço dos Homens Mãe Rainha tem como objetivo reunir homens para rezarem o rosário. A iniciativa – que completa 25 anos em 2022 – foi homenageada nesta segunda-feira (13), em sessão solene no plenário da Câmara Legislativa.

O deputado João Cardoso (Avante) integra o movimento e pediu a realização da solenidade. “O Terço dos Homens mexeu com a igreja quando surgiu. Os homens começaram a se sentir mais à vontade para ir para igreja”, disse. “É um instrumento de transformação de homens e de suas famílias”, completou o distrital, que deu seu testemunho sobre a importância da oração do terço em sua vida pessoal e projeto político.

O coordenador nacional e do Centro Oeste do Terço dos Homens Mãe Rainha, José Feitosa de Carvalho, resumiu o surgimento do movimento, iniciado em Pernambuco a partir de um grupo de 11 homens que rezavam o terço, mensalmente, na rua. Acolhida por paróquias de todo o País, a iniciativa ganha cada vez mais adeptos, segundo informou. “O rosário é dos mais simples, não exige cultura, basta saber rezar. O segredo do Terço dos Homens está em três graças: abrigo espiritual, transformação e envio”, afirmou.

“É uma nova forma de transformar famílias. Todo homem que participa do movimento é acolhido, transformado e se torna um missionário”, destacou o coordenador arquidiocesano de Brasília do Terço dos Homens Mãe Rainha, Francisco das Chagas de Oliveira.

Durante a solenidade, vários coordenadores de vicariatos, que agregam paróquias em todo o Distrito Federal, apontaram o movimento como uma forma de aumentar o engajamento de homens na Igreja Católica. Dirigindo-se a eles, a irmã Gladys, coordenadora da pastoral do santuário Mãe Rainha e assessora do movimento apostólico de Schoenstatt, pregou: “O leigo pode ser um evangelizador. Perseverem na missão, mesmo que seja difícil”.

Ao final da sessão solene, representantes do Terço dos Homens receberam moções de louvor.

Rogério Cirino de Sá Ribeiro, goiano, 51 anos, casado, três filhos. Bacharel em Administração de Empresas pela UNIPLAC. Licenciado em História pela UPIS e MBA em Gestão de Projetos pela ESAD. Empresário do audiovisual desde 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui