Eleições 2022: Moro ataca Bolsonaro e é alvo de Ciro Gomes

Ex-ministro de Bolsonaro disse que não quis interferir nas investigações sobre os filhos do presidente

Ontem (29) foi dia de ataques entre os pré-candidatos à presidente. Sergio Moro (Podemos) criticou Jair Bolsonaro (PL) e foi atacado por Ciro Gomes (PDT).

Moro deu entrevista para uma rádio em Cuiabá e disse que, no tempo em que era Ministro da Justiça, foi criticado por Bolsonaro porque não interferiu nas investigações que a Polícia Federal faz sobre a família do presidente.

Bolsonaro está de férias com a família em Santa Catarina e não respondeu sobre isso. Ele só usou as redes sociais para prestar solidariedade às vítimas da chuva na Bahia e postou um vídeo mostrando a ajuda do governo federal chegando ao estado.

Ciro Gomes criticou as duas partes citadas anteriormente. Sobre o governo Bolsonaro, disse que o Brasil não cresceu antes, não cresce agora e nem vai crescer em 2022. E apontou que o culpado é o ministro Paulo Guedes.

Ciro também compartilhou uma notícia sobre a decisão do TCU (Tribunal de Contas da União) que manda a consultoria Alvarez e Marsal revelar quanto pagou a Sergio Moro, que trabalhou na empresa até outubro deste ano.

Redação Jornal da Band

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui