Fechamento do setor de eventos repercute no meio político

Causou frisson o anúncio de que eventos voltariam a ser proibidos na Capital por conta da nova variante do vírus da Covid-19

Nem todos falaram abertamente, mas a decisão do GDF em proibir eventos no Distrito Federal logo após o ano novo causou desconforto na classe política que não sabe o que falar para o empresariado já tão assolado pelos efeitos econômicos da Pandemia.

A deputada Julia Lucy (Novo) publicou nota nas suas redes sociais onde diz que cobrará do GDF o ressarcimento das empresas de evento pela suspenção das atividades.

O advogado Marco Vicenzo chamou atenção para o fato de que toda a classe artística irá sofrer com novo ‘fechamento’ e criticou duramente o governador por não ter nem participado do ato que noticiou a proibição de eventos em Brasília.

Outros políticos não quiseram dar declarações públicas a respeito.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui