Ameaças de bomba forçam retirada em sete escolas de Washington

Ações estão sendo investigadas pelo FBI

Por Agência Brasil

Sete escolas predominantemente negras em Washington foram esvaziadas nessa quarta-feira (9), devido a ameaças de bomba, e depois liberadas. A ação inclui uma unidade de ensino médio que foi ameaçada um dia antes, durante visita do marido da vice-presidente norte-americana Kamala Harris, disseram autoridades.O Departamento de Polícia do Distrito de Columbia informou que quatro escolas públicas de ensino médio e três charters (independentes) receberam ameaças.

A polícia de Washington disse que a Dunbar High School – onde o marido de Harris, Douglas Emhoff, foi levado às pressas pela segurança após ameaça de bomba na terça-feira – e outras foram “esvaziadas, mas nenhum material perigoso foi encontrado”.

Veja também:

As autoridades não indicaram conexão entre a enxurrada de ameaças, e a polícia disse que o incidente de terça-feira não parecia direcionado a Emhoff, que estava visitando Dunbar para um evento do Mês da História Negra.

Os incidentes, no entanto, aumentaram ainda mais o medo entre as comunidades, já abaladas por série de ameaças de bomba feitas na semana passada a pelo menos uma dúzia de faculdades e universidades historicamente negras, ou HBCUs, em todo o país.

Nenhum explosivo foi encontrado em nenhuma das instituições, mas as ameaças estão sendo investigadas pelo FBI.

Rogério Cirino de Sá Ribeiro, goiano, 51 anos, casado, três filhos. Bacharel em Administração de Empresas pela UNIPLAC. Licenciado em História pela UPIS e MBA em Gestão de Projetos pela ESAD. Empresário do audiovisual desde 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui