Audiência debate recriação do parque Canela de Ema em Sobradinho II

Eduardo Pedrosa explica que a lei que criou o Parque (1.400/1997) foi declarada inconstitucional em 2015, por isso, “urge a necessidade de se discutir” a sua recriação

Mario Espinheira – Agência CLDF

A Câmara Legislativa realiza audiência pública nesta quinta-feira (10), às 19h, para debater a recriação do Parque Canela de Ema em Sobradinho II e a despoluição do Córrego Ribeirão Sobradinho. De iniciativa do deputado Eduardo Pedrosa (DEM), o evento ocorrerá no Auditório da Coordenação Regional de Ensino de Sobradinho e será transmitido ao vivo pela TV Câmara Distrital (Canal 9.3).

Veja também:


Em sua justificativa, Eduardo Pedrosa explica que a lei que criou o Parque (1.400/1997) foi declarada inconstitucional em 2015, por isso, “urge a necessidade de se discutir” a sua recriação. O distrital ainda destaca “a grande importância ecológica” da unidade de conservação. “A vegetação típica de áreas alagadas, que inclui a taboa (Typha dominguensis), traz grande riqueza de fauna para o Parque, que é um verdadeiro santuário de vida silvestre dentro da cidade de Sobradinho”, frisa.

Ainda de acordo com Pedrosa, o Ribeirão Sobradinho é um relevante formador da Bacia do Rio São Bartolomeu e ocupa área de 1.579 km². “Sua importância para a região é inquestionável, mas suas águas estão bastante poluídas, como consequência de esgoto, não tratado”, ressalta o distrital.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui