Celina Leão e Estevão Reis debatem, com o Secretário de Habilitação, Projeto de Lei sobre muros e guaritas

O debate aconteceu na Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação e contou com a presença de síndicos da várias regiões, que apresentaram várias sugestões para aprimoramento do PLC, dentre eles o escalonamento da terra pública, isenção de cobrança das áreas de proteção ambiental localizadas na poligonal dos condomínios.

Atendendo às reivindicações dos síndicos e condôminos e população em geral, a equipe técnica da Seduh fez novos estudos e alterações na proposta. Uma das principais mudanças prevê a possibilidade de até 100% de desconto no valor da cobrança pelo uso de área pública, chamada de concessão onerosa. Ela consiste em um preço a ser pago pela ocupação dos espaços públicos presentes no interior dos loteamentos, considerando a proporcionalidade da área pública a ser ocupada.

A concessão onerosa era um dos pontos mais discutidos no texto. Agora, ela terá um desconto proporcional com base na área pública a ser ocupada. Por exemplo, se o percentual do terreno público ocupado em relação à área total do condomínio for de até 20%, os moradores terão o desconto de 100% na cobrança, ou seja, não precisarão pagar a concessão.

O desconto reduz para 75% caso o percentual de área pública ocupada chegue a 40%. Até 60%, a cobrança cai para 50%, ou seja, pagarão a metade do valor devido. Até 80% de ocupação, o desconto reduz para 25%. Caso o percentual ultrapasse 80% de área pública ocupada, não haverá desconto.

O novo texto também estabelece a fixação de um preço público da concessão onerosa. Em outras palavras, é considerado o valor conforme a região administrativa em que está o loteamento e o tamanho da área pública ocupada.

A mudança ainda prevê a alternativa de pagamento da concessão por meio de contraprestação não pecuniária. Ou seja, uma contrapartida com a adoção de espaços públicos externos ao loteamento, a exemplo do programa Adote uma Praça.

A decisão sobre a modalidade de loteamento fica a cargo da entidade representativa dos moradores, que pode optar por não ter exclusividade no uso das áreas públicas internas, na hipótese de loteamento de acesso controlado. Nesse caso, não haverá nenhuma cobrança de preço público.

O objetivo do PLC é estabelecer critérios, limites e parâmetros para normatizar o fechamento de loteamentos no Distrito Federal.

A proposta cria categorias de fechamento e as divide em: loteamentos fechados, loteamentos de acesso controlado e condomínios de lotes. Também prevê as formas de conversão do loteamento registrado para uma dessas modalidades.

Outros ajustes pontuais foram feitos para adequar o texto às mudanças realizadas, em atenção às sugestões de cunho formal e de conteúdo encaminhadas por moradores, síndicos e representantes de entidades representativas.

O texto foi objeto de inúmeras contribuições apresentadas por síndicos, moradores e representantes de condomínios associados. Muitas delas acatadas pelos técnicos responsáveis por sua elaboração, tendo sido devidamente justificadas todas aquelas que não tinham pertinência com a proposta.

A minuta também foi apresentada em 2020 ao Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan), de forma prévia, para que os representantes da sociedade civil e do governo apresentassem contribuições à matéria. Na ocasião, uma das sugestões foi a necessidade da onerosidade para concessão de uso exclusivo de áreas públicas, ideia incorporada à minuta.

Mesmo após audiências públicas e consultas o Secretário Mateus Oliveira e sua equipe, continua recebendo por meio de reuniões com moradores de condomínios, apresentando esclarecimentos e ouvindo críticas e sugestões, que resultaram na versão final da proposta, a ser enviada a Câmara Legislativa com previsão de aprovação no primeiro semestre de 2022.

A Deputada Celina Leão e Estevão Reis estarão no próximo dia 17 de fevereiro, em mais um debate na Câmara legislativa, junto com maior uma representatividade da população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui