Putin já teria decidido invadir a Ucrânia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, cumprimenta o ministro da Defesa, o general do exército Sergei Shoigu, durante cerimônia no Kremlin, no dia 11 de abril — Foto: Alexey Nikolsky/Sputnik/AFP

A notícia foi divulgada na noite desta sexta-feira (11/02) pelo canal americano PBS

Por Rogério Cirino

O correspondente da rede estatal americana PBS, Nick Schifrin, fez a afirmação em programa ao vivo na noite de ontem (11/02) com base em depoimentos de altos oficiais da OTAN. Segundo suas fontes o presidente russo Vladmir Putin já teria tomado sua decisão e informado aos seus oficiais.

Por outro lado, em coletiva de imprensa o conselheiro de segurança nacional Jake Sullivan não confirmou exatamente a informação. Segundo ele com base na observação das movimentações militares e na análise de oficiais de inteligência a Casa Branca estima que a invasão pode começar a qualquer momento.

“Não estamos dizendo que uma decisão foi tomada, uma decisão final foi tomada pelo presidente Putin.

O que estamos dizendo é que temos um nível suficiente de preocupação, com base no que estamos vendo no terreno e no que nossos analistas de inteligência captaram, de que estamos enviando esta mensagem clara.

Jake Sullivan, Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos.

Ainda segundo Sullivan, pela análise das informações coletadas pela inteligência americana a invasão começaria com ataques aéreos contra alvos em solo ucraniano e ataques cibernéticos que visam desligar toda estrutura de comunicação do país (telefones, internet, celulares, GPS, etc.). Após isso seguiria um ataque terrestre maciço.

As forças russas nesse momento praticamente cercam toda a Ucrânia.

Disposição das forças russas circundam Ucrânia. Imagem: PBS News

O próprio presidente dos Estados Unidos deu o alerta para que cidadãos americanos deixem o país do Leste Europeu imediatamente.

Por outro lado, em encontro com aliados na Austrália, o Secretário de Estado Americano, Antony Blinken, confirmou que a invasão russa é iminente. Sobre a possível invasão comentou: “ “poderia começar a qualquer momento, inclusive durante os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, e os Estados Unidos continuam a ver sinais muito preocupantes da escalada russa, incluindo novas forças que chegam à fronteira ucraniana.”

Numa última tentativa de evitar a guerra os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, e da Rússia, Vladmir Putin, falaram por telefone na manhã deste sábado (12/02).

Rogério Cirino de Sá Ribeiro, goiano, 51 anos, casado, três filhos. Bacharel em Administração de Empresas pela UNIPLAC. Licenciado em História pela UPIS e MBA em Gestão de Projetos pela ESAD. Empresário do audiovisual desde 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui