Proibir fantasias no carnaval é considerado abuso pelos distritais

FONTE: AGENCIA CLDF

O anúncio do DF Legal, órgão governamental fiscalizador, de que aplicará penalidades aos bares e restaurantes onde forem encontradas pessoas fantasiadas nos dias de carnaval foi criticado na sessão da Câmara Legislativa desta quarta-feira (23). Para o deputado Fábio Felix (Psol), a medida é um “absurdo”. O parlamentar argumentou que o governo passa uma “mensagem errada” à população: “São contradições de um governo cheio de incoerências”, afirmou, salientando a liberação de eventos privados e esportivos, por exemplo.


 

Por sua vez, a deputada Júlia Lucy (Novo), considerando que não há norma que preveja a situação, declarou que “o cerceamento de liberdade não é mais por decreto, é da cabeça”, referindo-se ao secretário Cristiano Mangueira de Sousa, que está à frente do DF Legal. “Vou me fantasiar e estejam prontos pra me prender”, declarou.

A distrital disse ainda esperar que “nenhum abuso seja cometido”, demonstrando disposição “para entrar na justiça” juntamente com quem for punido.

Veja também:

Rogério Cirino de Sá Ribeiro, goiano, 51 anos, casado, três filhos. Bacharel em Administração de Empresas pela UNIPLAC. Licenciado em História pela UPIS e MBA em Gestão de Projetos pela ESAD. Empresário do audiovisual desde 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui