Sobradinho II vai ganhar delegacia ampla e moderna

GDF investirá R$ 9,2 milhões na construção da 35ª DP, a ser erguida em terreno ao lado da UPA da cidade a partir de março

“Nós estávamos sucateados, mas o governador Ibaneis assumiu esse compromisso de renovação com a Polícia Civil, e hoje estamos em outro patamar” – Robson Cândido, delegado-geral da PCDF

Sobradinho II vai ganhar uma nova delegacia, mais moderna e ampla, que começa a ser construída em 7 de março. A estrutura será erguida ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) local, na rodovia DF-420, Área Especial. O investimento é de R$ 9,2 milhões, e a expectativa é concluir a obra em 18 meses.

A unidade virá para substituir a atual da cidade, que funciona em prédio alugado na AR 5 e não dispõe de infraestrutura adequada para atender a população. A nova 35ª DP terá subsolo, pavimento térreo e superior, distribuídos em 2,2 mil m² de área construída. “A PCDF está em viés de reestruturação”, avalia o delegado-geral da Polícia Civil, Robson Cândido. “Nós estávamos sucateados, mas o governador Ibaneis assumiu esse compromisso de renovação com a Polícia Civil e hoje estamos em outro patamar”.

Projeção das novas instalações: benefícios para toda a comunidade  | Arte: Divulgação/PCDF

As unidades em construção ou reforma no DF estão alinhadas ao esforço do GDF de ampliar o combate ao crime, além de propiciar melhores condições de trabalho e conforto aos policiais. “A nova 35ª DP será adequada à identidade visual e às normas de acessibilidade”, antecipa o chefe da Divisão de Arquitetura e Engenharia da PCDF, Cleber Scoralick. “O diferencial dela são os acessos separados para o público e para os custodiados. Os presos que chegam à delegacia entram por um acesso lateral, sem contato direto com o público. É uma proteção”.

Adequação dos espaços

O secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo, ressalta que a construção da nova sede da 35ª DP compactua com o esforço que o Governo do Distrito Federal empreende no setor. “Ela [a sede nova] integra o pacote de obras que estão sendo realizadas, como a construção da nova sede do Instituto Médico Legal, também da Polícia Civil, e novas estruturas para as demais forças, como a construção do grupamento de Ceilândia e do batalhão da PMDF, na Estrutural”, enumera. “É fundamental que a gente siga equipando e investindo em estruturas que proporcionem também melhores condições de trabalho para nossos servidores”.

Outra novidade da delegacia é uma sala especializada para acolhimento de vítima de violência sexual. Além desse espaço, haverá um banheiro individualizado para atendimentos dessa modalidade. A nova 35ª DP também terá estacionamento para o público e funcionários, além de vagas operacionais para as viaturas que precisarem sair em operações de urgência.

Ainda segundo a PCDF, essa unidade é importante por estar em uma região em expansão e relativamente distante da área central do DF – portanto, necessita de infraestrutura para atendimento adequado à população. Visa também ampliar o combate ao tráfico de drogas, roubo a transeunte, homicídios e violência contra mulher. “Estamos adequando as unidades para a nova realidade, buscando prover ao cidadão o melhor atendimento”, resume Cleber Scoralick.

 

Unidades construídas ou reformadas

O GDF tem reformado e construído novas unidades em diferentes cidades. Em 2020, entregou a 17ª DP reformada, bem como uma nova unidade da Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (Deam), em Ceilândia, e a reforma da Deam I, na Asa Sul. A Divisão de Operações Aéreas (DOA), localizada no Setor de Garagens Oficiais Norte, também passou por melhorias.

No ano passado, o GDF iniciou a construção do novo Instituto de Medicina Legal (IML), com investimento de R$ 34,8 milhões. A Estrutural também ganhou uma sede em 2021, com a transferência da 8ª DP do SIA para a Quadra 8 da cidade. Ainda na linha de readequação de suas unidades, a Polícia Civil também está reformando a 9ª DP, no Lago Norte, e a 10ª DP, no Lago Sul.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui