Pagamento da cota única ou da primeira parcela do IPVA até esta quinta

A mudança do prazo de pagamento do IPVA foi publicada por meio da Portaria nº 77, com o objetivo de permitir que os contribuintes aproveitem o desconto de 10% no pagamento da cota única | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Os participantes do Nota Legal que fizeram indicação de créditos para desconto no imposto devem gerar os boletos pelo site ou pelo app

Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger

Termina nesta quinta-feira (3) o prazo para pagamento da cota única e da primeira parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Os participantes do Nota Legal que fizeram indicação de créditos para desconto no IPVA devem gerar os boletos pelo site ou pelo app para atualizar o valor final com desconto.

Inicialmente previstos para o período de 21 a 25 de fevereiro, os vencimentos seriam de acordo com o algarismo final da placa do veículo. Entretanto, devido ao grande fluxo de acesso aos canais de emissão do documento, no primeiro dia de vencimento, a Secretaria de Economia do DF prorrogou o prazo de pagamento do imposto de todos os veículos para o dia 3 de março.

Veja também:


A mudança foi publicada por meio da Portaria nº 77, na edição extra do Diário Oficial do DF do último dia 22, com o objetivo de permitir que os contribuintes aproveitem o desconto de 10% no pagamento da cota única. Anteriormente, este desconto era de 5%, mas foi ampliado para incentivar a quitação à vista. O IPVA também pode ser pago em seis parcelas mensais. As medidas facilitam o pagamento, com o objetivo de reduzir o impacto do imposto no bolso do brasiliense.

Os carnês do IPVA 2022 foram enviados pela Secretaria de Economia por correspondência para os endereços cadastrados. No entanto, caso o contribuinte não esteja com o boleto em mãos no momento do pagamento ou queira emitir o próprio documento, basta acessar o Portal de Serviços da Receita do DF ou o aplicativo Economia DF.

Governo anuncia 34 novas medidas para aquecer a economia

Pelo site, basta informar o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) do veículo. O sistema oferece então as opções para imprimir boleto, salvar o documento virtual, copiar o código de barras ou parcelar no cartão de crédito. Para pagamento com cartão, o contribuinte é direcionado para os sites das empresas credenciadas para fazer o serviço. As taxas de juros deste parcelamento variam de acordo com o serviço escolhido.

Já no aplicativo Economia DF, ao informar o Renavam, o contribuinte pode copiar diretamente a linha digitável do código de barras para realizar o pagamento pelo app do seu banco.

*Com informações da Secretaria de Economia

Rogério Cirino de Sá Ribeiro, goiano, 51 anos, casado, três filhos. Bacharel em Administração de Empresas pela UNIPLAC. Licenciado em História pela UPIS e MBA em Gestão de Projetos pela ESAD. Empresário do audiovisual desde 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui