Via Sacra quer exigir passaporte vacinal para o evento neste ano

Segundo a Diretoria da Via Sacra, coordenada por Preto Resende, será cobrado o passaporte vacinal para membros do grupo e expectadores

Conforme entendimentos dos diretores, membros que não apresentarem o cartão de vacina (passaporte de vacina) não terão acesso para participar do espetáculo desta edição.

Querem adotar essa cobrança para diminuir a disseminação do vírus e proteger os membros do grupo e o público que irá assistir a encenação na Semana Santa.

Porém, essa medida gerou uma repercussão negativa, pois muitos membros do grupo não concordaram, eles entendem que fere a liberdade individual do cidadão garantida na constituição.

Durante a reunião geral de retorno das atividades que aconteceu ontem (05), as 15 horas, no Centrão – CED 01 de Planaltina-DF, assim que passaram essas informações, vários membros do grupo não concordaram e o jovem Celsione pediu a palavra para poder expor sua opinião, onde gerou um grande tumulto e muita polêmica.

“O ponto primordial é que todos nós queremos que a manifestação artística e religiosa seja realizada sem nenhuma restrição”, disse membro do grupo Via Sacra, Celsione Teixeira.

 

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui