Agências do trabalhador oferecem 110 vagas de empregos nesta terça (8)

Maior salário, R$ 3 mil, é destinado a advogado. Há outras sete oportunidades para quem tem curso superior

Isaac Marra, da Agência Brasília | Edição: Saulo Moreno

Com salário de R$ 1,3 mil, mais benefícios, a profissão de ajudante de cozinha é a que oferece o maior número de oportunidades na lista de 110 empregos das agências do trabalhador para esta terça-feira (8). Os candidatos devem ter experiência na área e ensino fundamental incompleto.

Já o maior salário, R$ 3 mil, mais benefícios, é destinado para o ofício de advogado. São duas vagas e há necessidade de comprovar experiência e curso superior completo em direito.

Ainda com exigência de curso superior completo, outras sete vagas estão à disposição de quem procura entrar no mercado de trabalho. Uma das oportunidades é para engenheiro agrônomo com experiência e salário de R$ 2,5 mil, mais benefícios; outra vaga é para faturista, com remuneração de R$ 1,5 mil, mais benefícios. Nesse caso, não se exige experiência. As três oportunidades para instrutor de cursos livres, com salário de R$ 2 mil, mais benefícios, não exigem comprovação de experiência.

Também há vagas para nutricionista e pedagogo, que pagam R$ 1,8 mil, mais benefícios, e não pedem experiência. Os interessados podem cadastrar o currículo no aplicativo Sine Fácil ou, ainda, ir a uma das 14 agências do trabalhador, de 8h às 17h, durante a semana.

Mesmo que nenhuma das vagas do dia seja atraente ao candidato, ele pode se cadastrar para oportunidades futuras, já que o sistema cruza dados dos concorrentes com o perfil que as empresas procuram.

Aumenta a presença da mulher no mercado de trabalho

Empregadores que desejarem ofertar vagas ou, ainda, utilizar o espaço das agências do trabalhador para as entrevistas, podem se cadastrar pessoalmente nas unidades e pelo aplicativo Sine Fácil. Também é possível solicitar atendimento através do e-mail [email protected]. Há, ainda, o Canal do Empregador, no site da Secretaria de Trabalho.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui