Otan enviará mais tropas ao Leste Europeu

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, durante coletiva de imprensa KENZO TRIBOUILLIARD/AFP

Em pronunciamento em Bruxelas o secretário-geral da aliança, Jens Stoltenberg disse que estão fazendo o possível para ajudar os ucranianos a se defender

Por R7

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, disse nesta quinta-feira (24), em pronunciamento em Bruxelas, que a aliança militar vai aumentar a ajuda à Ucrânia contra ataques biológicos, químicos, nucleares e cibernéticos.

“Vamos fazer todo o possível para ajudar a Ucrânia em termos de autodefesa”, declarou.

Stoltenberg ressaltou que a Otan vai enviar mais tropas para o Leste Europeu e que 40 mil soldados da aliança já se encontram na região.  No entanto, destacou que o objetivo não é promover uma escalada no conflito entre russo e ucranianos.

Sobre o papel da China no conflito, o secretário-geral afirmou que a Otan segue pedindo ao país que se junte ao mundo e condene a agressão russa na Ucrânia. 

Em uma mensagem de vídeo, o presidente ucraniano, Volodmir Zelenski, pediu aos países-membros da aliança uma “ajuda militar sem restrições” para o seu país. Segundo ele, a Ucrânia combate as tropas russas “em condições desiguais”.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui