Crédito do Cartão Prato Cheio está liberado para 39.994 beneficiários

Neste mês, 18.349 novos beneficiários vão receber pela primeira vez o Prato Cheio

Desse total, são 28.439 novas inclusões, sendo que 18.349 vão receber o benefício pela primeira vez. Atenção ao cronograma de entrega dos cartões nas agências do BRB

Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger

Está liberado a partir desta quinta-feira (31), às 17h, o pagamento do crédito mensal do Cartão Prato Cheio para 39.994 beneficiários. Isso significa que o dinheiro já está na conta. Quem já tem o cartão em mãos, pode utilizar o crédito mensal para fazer as suas compras e escolher os alimentos que a família precisa. Para conferir se está na lista, clique aqui.

“Lembrando que caso complete o ciclo de seis meses, e a família ainda esteja em situação de insegurança alimentar e nutricional, o beneficiário pode solicitar novamente, depois de passar por uma reavaliação da equipe socioassistencial” – Mayara Noronha Rocha, secretária de Desenvolvimento Social

O Prato Cheio concede crédito mensal de R$ 250 durante seis meses para as famílias em vulnerabilidade social. O cartão não oferece a função saque e pode ser utilizado para fazer compras no comércio local. Neste mês, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), gestora do programa, do total de 39.994 beneficiários, 28.439 são novas inclusões.

“Reforço sempre que o Prato Cheio não é um programa de transferência de renda, é temporário, justamente para atender todas as famílias que estejam em vulnerabilidade insegurança alimentar e nutricional. Quando uma família completa o ciclo, cede lugar para outra” afirma a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

“Lembrando que caso complete o ciclo de seis meses, e a família ainda esteja em situação de insegurança alimentar e nutricional, o beneficiário pode solicitar novamente, depois de passar por uma reavaliação da equipe socioassistencial”, reitera a secretária.

O crédito mensal do Prato Cheio é concedido, prioritariamente, às famílias monoparentais chefiadas por mulheres com crianças de até 6 anos, com pessoas com deficiência ou idosas; pessoas com renda familiar igual ou inferior a meio salário mínimo por pessoa da família, que se encontrem em situação de insegurança alimentar e sejam moradoras do Distrito Federal, inscritas no Cadastro Único ou no Sistema Integrado de Desenvolvimento da Sedes; e pessoas em situação de rua, acompanhadas por equipes da assistência social e em processo de saída de rua.

Apenas desta vez, os beneficiários receberão um valor maior, de R$ 500, referentes às parcelas de março e abril, em um único depósito. Isso ocorre porque, a partir de abril, o pagamento do Cartão Prato Cheio será realizado sempre no início de cada mês

Veja também:

Crédito dobrado

Mas atenção: apenas desta vez, os beneficiários receberão um valor maior, de R$ 500, referentes às parcelas de março e abril, em um único depósito. Isso ocorre porque, a partir de abril, o pagamento do Cartão Prato Cheio será realizado sempre no início de cada mês.

“Recebendo essa parcela agora, de R$ 500, o cidadão receberá a próxima somente no começo de maio, no valor normal, de R$ 250. Desde o início do programa, em 2020, o Governo do Distrito Federal (GDF) paga as parcelas no fim do mês. Agora, fique atento porque isso vai mudar. Essa parcela de R$ 500 é referente às parcelas de março, que é paga no fim do mês, e de abril, que já começa nesse novo sistema de pagamento, no começo do mês”, ressalta a gestora responsável pela pasta.

Novas inclusões

Entre as novas inclusões, 10.090 são de pessoas que já participaram do programa em algum momento. Estes beneficiários não precisam retirar novo cartão. Eles podem utilizar normalmente o que já têm, que já estará com saldo.

 

Neste mês, são 18.349 novos beneficiários que vão receber pela primeira vez o Prato Cheio. Neste caso, para ter acesso ao crédito do Prato Cheio, estes cidadãos precisam ter um novo cartão. E devem ficar atentos ao calendário de retirada do documento no Banco de Brasília (BRB).

Os cartões foram distribuídos de acordo com a letra inicial do nome dos novos beneficiários e colocados em ordem alfabética. Para consultar o local e data de retirada, basta clicar aqui.

Cronograma

Confira o calendário de entrega dos cartões (18.349 cartões) nas agências do BRB, seguindo a ordem da letra inicial do nome beneficiário:

– Letra A: retirada do cartão em 1º/4;

– Letras B, C e D: retirada do cartão em 4/4;

– Letra E: retirada do cartão em 5/4;

– Letras F e G: retirada do cartão em 6/4;

– Letras H e I: retirada do cartão em 11/4;

– Letra J: retirada do cartão em 12/4;

– Letras K e L: retirada do cartão em 13/4;

– Letra M: retirada do cartão em 14/4;

– Letras N a Q: retirada do cartão em 18/4;

– Letra R: retirada do cartão em 19/4;

– Letra S: retirada do cartão em 20/4;

– Letra T a Z: retirada do cartão em 22/4.

*Com informações da Sedes

 

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui