As 6 maiores palavras do mundo

Se paramos para pensar em palavras compridas, logo conseguimos resgatar algumas tradicionais da língua portuguesa. Inconstitucionalissimamente, paralelepípedo e otorrinolaringologista são exemplos que nós aprendemos desde pequenos e usamos para fazer piadas ao longo de nossas vidas.

Mas será que você sabe qual é a palavra mais longa do nosso idioma? Ou ainda pior: você sabe qual é a maior palavra do mundo? Embora os exemplos citados anteriormente sejam bastante compridos, eles não chegam nem perto dos recordistas. Então, veja só essa lista com seis das palavras mais longas em todo o planeta!

6. Megszentségtelenithetetlenségeskedéseitekért – Hungria

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Com 44 letras, os húngaros têm em seu leque de palavras o termo “megszentségtelenithetetlenségeskedéseitekért”. Mas o que isso significa? Essa é a palavra usada para descrever o comportamento de uma pessoa que não pode ser desacatada por qualquer outro indivíduo.

Sendo assim, é um termo que destaca autoridade e hierarquia entre determinadas posições sociais. Mas sejamos sinceros, será mesmo que não dava para dividir em várias palavras menores?

5. Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico – Brasil

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Na língua portuguesa, a palavra mais comprida que temos conhecimento é “pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico”, algo relativo a uma doença pulmonar aguda causada pela aspiração de cinzas vulcânicas. Esse termo possui 46 letras e aparece no topo de palavras longas do nosso dicionário.

Mesmo assim, o nosso idioma ainda não possui nenhuma outra palavra relativamente próxima do comprimento das palavras mais longas do mundo todo.

4. Kindercarnavalsoptochtvoorbereidingswerkzaamheden – Holanda

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Em quarto lugar nessa lista, os holandeses conquistaram sua posição no universo de palavras mais longas com o termo “kindercarnavalsoptochtvoorbereidingswerkzaamheden”. E você não está lendo errado: realmente existe a palavra “carnaval” no meio disso tudo.

Isso porque essa palavra significa, literalmente, a preparação para um desfile de carnaval infantil. Se as 49 letras não parecem tão divertidas assim, o conceito por trás delas com certeza é.

Veja também:

3. SpeciallaegepraksisplanaegningsstabiliseringsperiodeDinamarca – Dinamarca

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Para quem não fala dinamarquês, a palavra “speciallaegepraksisplanaegningsstabiliseringsperiode” pode causar um verdadeiro espanto. Ao todo, são 52 letras para formar uma única monstruosidade de palavra que nós nem sequer nos arriscaríamos a falar. Porém, o significado por trás de tanta ladainha não é tão complexo assim.

No fim das contas, essa é a palavra que os dinamarqueses utilizam para designar o período de estabilização para a prática médica de um especialista. Imagine só trabalhar na área médica e ter que ouvir isso com frequência.

2. Donaudampfschifffahrtselektrizitätenhauptbetriebswerkbauunterbeamtengesellschaft – Alemanha

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Todos nós podemos concordar que o alemão nunca pareceu ser uma língua fácil de falar e a pronúncia de algumas palavras mais parecem que alguém está te xingando do que qualquer outra coisa. Porém, se você achava que isso já era o bastante, os alemães foram lá e criaram uma palavra com 80 letras.

O termo “Donaudampfschifffahrtselektrizitätenhauptbetriebswerkbauunterbeamtengesellschaft” é usado para descrever a “Associação dos Funcionários Subordinados da Construção da Central Elétrica da Companhia de Barcos a Vapor do Danúbio”. Aparentemente, os escritores por lá não conheciam a possibilidade de espaçar as letras para formar uma frase.

1. Titina

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

No topo da lista, quem lidera — e por muito — a lista de palavras mais compridas do mundo é o nome químico completo da proteína humana titina. Ao todo, são simplesmente 189.819 letras e especialistas concluíram que você precisaria de aproximadamente três horas e meia para pronunciá-la por completo.

No entanto, essa comparação pode até ser um pouco injusta, pois nomes químicos não possuem exatamente uma limitação de comprimento e costumam ser bem longos. Por exemplo, nomear uma única fita de DNA, com seus milhões e milhões de pares de bases repetidos, poderia eventualmente resultar em mais de 1 bilhão de letras.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui