Ibaneis pensa que está bem e Reguffe só tinha nome até aparecer o de Leila

Uma oposição pífia até o ponto de surgir alguém com espírito de liderança e de vitória

Leila do Vôlei (PDT) já sabe a importância do trabalho em equipe desde quando ganhava medalhas olímpicas com a seleção brasileira.

Quando Ibaneis (MDB) receber um saque-cortada vai ficar desorientado, por que não sabe se usa manchete ou toque.

Trabalhar só com obras, beneficia empreiteiras. Trabalhar com ser humano, beneficia a vida. Não há como ter bons resultados em governo que não cuida de gente. Tem que ser nos dois pilares.

No legislativo, Reguffe (União Brasil) manda bem, mas para o executivo é preciso agregar com muita antecedência e não deixar ninguém pelo caminho com o objetivo individual e não para o coletivo.

Não se faz campanha em uma redoma sem abrir democraticamente aos aliados o caminho a seguir, senão ficam como ovelhas desgarradas.

A sociedade precisa de alguém para liderar e buscar soluções para suas angústias. Não dá para ficar em água morna, que não está quente nem fria, ao ponto de dar ânsia de vômito.

O povo quer aquecimento e entrada em campo, não dá para ficar pensando ainda se vai começar e pra onde ir.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui