GDF planeja concursos públicos para 34 carreiras profissionais

Processos para a realização das seleções ainda estão em andamento. Investimentos com novos servidores, já previstos no orçamento de 2022, são uma prioridade do governo distrital

Agência Brasília* | Edição: Rosualdo Rodrigues

Há processos em andamento para a realização de concursos públicos para 34 carreiras profissionais da administração pública distrital, em áreas estratégicas do governo e também em setores com déficit de servidores em função de exonerações e aposentadorias. Os investimentos com novos servidores, já previstos no orçamento de 2022, são uma prioridade do GDF como forma de melhorar ainda mais a prestação de serviços à população do Distrito Federal.

“Podemos adiantar que o GDF tem trabalhado para recompor os quadros de servidores que se aposentam e, de acordo com sua capacidade e com os estudos de viabilidade financeira e orçamentária, tem possibilitado a realização de novos concursos públicos”Itamar Feitosa, secretário de Economia

Na última semana, foram divulgadas no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) três portarias da Secretaria de Economia (SEEC) que evidenciam a necessidade de novos concursos públicos pelo Governo do Distrito Federal. As publicações são referentes aos certames da Polícia Civil do DF (PCDF), do Instituto de Previdência dos Servidores do DF (Iprev) e do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF).

No caso da PCDF, o secretário de Economia, Itamar Feitosa, autorizou a realização do concurso público para o cargo de agente policial de custódia. A autorização está na Portaria nº 103, de 23 de março de 2022. Serão 50 vagas imediatas e 100 de cadastro reserva.

Já para o CBMDF, a Portaria nº 132, de 18 de abril de 2022, delega competência ao órgão para realizar concurso para os seguintes cargos: 23 oficiais combatentes, 10 oficiais médicos, 3 oficiais cirurgiões-dentistas, 10 oficiais complementares e 310 praças.

Entre os concursos previstos para 2022, foi divulgado o edital Seape para o cargo de polícia penal, com 400 vagas | Fotos: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Para o Iprev, a Portaria nº 133, de 18 de abril de 2022, institui Grupo de Trabalho com a finalidade de realizar estudos técnicos para contratar instituição que planeje, organize e execute o concurso do cargo de analista previdenciário. O grupo será composto por servidores designados pelo secretário de Economia e pelo diretor-presidente do Iprev-DF.

Recomposição de quadros

A Secretaria de Economia já possui concursos autorizados para 12 carreiras profissionais da administração pública distrital em 2022, que serão realizados pela própria pasta. A maioria já está em fase sigilosa de recebimento de propostas das bancas executoras e o quantitativo de vagas consta nesses processos sigilosos.

Apesar de os quantitativos de vagas constarem nos processos sigilosos, estima-se que sejam mais de 5 mil vagas imediatas e mais de 10 mil vagas para cadastro de reserva

“Podemos adiantar que o GDF tem trabalhado para recompor os quadros de servidores que se aposentam e, de acordo com sua capacidade e com os estudos de viabilidade financeira e orçamentária, tem possibilitado a realização de novos concursos públicos”, afirma o secretário de Economia, Itamar Feitosa. “Essa recomposição possibilitará que melhoremos ainda mais os serviços públicos prestados à população do DF”, acrescenta o secretário.

Entre os novos concursos previstos para 2022, recentemente foi divulgado o edital da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape), para o cargo de polícia penal, com 400 vagas.

Além desses, certames para outras 22 carreiras do GDF estão sendo delegados aos órgãos, para que realizem os concursos. É o caso da Secretaria de Saúde, que realizará seleção para os cargos de médico, com 230 vagas, cirurgião-dentista, com 50 vagas, e enfermeiro, com 101 vagas.

E também da Secretaria de Educação, que, com delegação de competência dada pela SEEC, informou, no início do mês, a escolha do Instituto Quadrix para a realização do concurso das carreiras Magistério e Assistência à Educação do DF. Ao todo, serão 812 vagas imediatas e mais 3.442 vagas de cadastro reserva.

Apesar de os quantitativos de vagas constarem nos processos sigilosos, estima-se que sejam mais de 5 mil vagas imediatas e mais de 10 mil vagas para cadastro de reserva.

Concursos autorizados pela Secretaria de Economia, que estão sendo realizados pela pasta

1. Policial Penal – Seape
2. Técnico em Enfermagem – Secretaria de Saúde
3. Gestão e Assistência Pública a Saúde – Secretaria de Saúde
4. Vigilância Ambiental e Atenção Comunitária à Saúde – Secretaria de Saúde
5. Atividades de Defesa do Consumidor – Procon-DF
6. Políticas Públicas e Gestão Governamental
7. Planejamento Urbano e Infraestrutura
8. Auditoria de Controle Interno – CGDF
9. Auditoria de Atividades Urbanas
10. Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária – Seagri
11. Atividades de Trânsito – Detran-DF
12. Instituto de Previdência – Iprev-DF

Concursos delegados aos órgãos para realização dos certames

1. Agente de Polícia – PCDF
2. Escrivão de Polícia – PCDF
3. Delegado de Polícia do DF – PCDF
4. Apoio às Atividades Policiais Civis – PCDF
5. Agente Policial de Custódia da PCDF – PCDF
6. Regulação de Serviços Públicos – Adasa
7. Apoio às Atividades Jurídicas – PGDF
8. Procurador do DF – PGDF
9. Polícia Militar, Oficiais do Quadro de Saúde – PMDF
10. Polícia Militar, Soldado – PMDF
11. Magistério Superior do Distrito Federal – UNDF
12. Assistência à Educação – Secretaria de Educação
13. Magistério Público – Secretaria de Educação
14. Cirurgião Dentista – Secretaria de Saúde
15. Enfermagem – Secretaria de Saúde
16. Médico – Secretaria de Saúde
17. Corpo de Bombeiros Militar do DF – CBMDF

Processos de certames que serão autorizados e delegados em maio de 2022

1. Extensionista Rural (com especialidades) – Emater
2. Técnico Especializado (com especialidades) – Emater
3. Assistente Administrativo – Emater
4. Analista de Atividades de Meio Ambiente – Instituto Brasília Ambiental
5. Técnico de Atividades de Meio Ambiente – Instituto Brasília Ambiental

*Com informações da Secretaria de Economia do DF

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui