Ministra do STF pede apuração de morte de menina yanomami

O caso foi relatado por uma liderança indígena

Por Agência Brasil – Brasília

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia pediu hoje (28) uma apuração rigorosa sobre a denúncia de que uma adolescente, de 12 anos, teria sido estuprada e morta por garimpeiros na comunidade Aracaçá, na região Waiakás, na Terra Yanomami, em Roraima. O caso foi relatado por Júnior Hekurari Yanomami, liderança indígena, em um vídeo nas redes sociais na segunda-feira (25).

Durante abertura da sessão do STF, a ministra disse que o caso demonstra violação do direito constitucional à vida e aos direitos humanos. Na sessão, a Corte julga ações relacionadas ao meio ambiente.

​​​​​”Não é mais pensável qualquer espécie de parcimônia, tolerância, atraso ou omissão em relação à prática de crimes tão cruéis e gravíssimos”, disse a ministra, ao se referir a violações enfrentadas por mulheres indígenas.

O caso não é analisado pelo Supremo, mas é acompanhado pelo Ministério Público Federal (MPF) em Roraima, pela Polícia Federal (PF) e pela Fundação Nacional do Índio (Funai).

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

1 COMENTÁRIO

  1. Até qdo membros do STF vão ficar querendo governar o Brasil. O q um STF tem haver com a morte q está sendo apurada pelas autoridades locais, pq tanto desprezos com processos em andamentos e parados no STF. Magistrado tem q se colocar no seu lugar, se manifestar nos autos de um processo. Lamento muito o Brasil ter tanta gente podre e mal caráter com interesses excusos dentro de instituição q nem Poder deveria ser. Por fim, alerto q o STF vão causar uma ruptura no governo do país e não vai demorar muito, vai ter magistrado PRESO. É esperar prá ver.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui