Varjão completa 19 anos como região administrativa, mas acumula mais de cinco décadas de história

O deputado Martins Machado ressalta que a jovem região administrativa tem passado por muitas mudanças desde a sua oficialização, como investimentos em melhorias urbanas e na segurança pública

Denise Caputo – Agência CLDF

Localizado no extremo sudoeste do Setor Habitacional Taquari, perto do Setor de Mansões do Lago Norte, o Varjão tornou-se, oficialmente, a 23ª Região Administrativa do Distrito Federal em 2003, por meio da Lei nº 3.153, de 6 de maio daquele ano. Para celebrar os 19 anos da RA, a Câmara Legislativa realiza sessão solene nesta segunda-feira (2), a partir das 19h, na Casa de Cultura do Varjão. A solenidade será transmitida, ao vivo, pela TV Câmara Distrital, no canal 9.3 da TV aberta e no YouTube.

O deputado Martins Machado (Republicanos), autor do pedido de homenagem, ressalta que a jovem região administrativa tem passado por muitas mudanças desde a sua oficialização. “Investimentos em melhorias urbanas e na segurança pública, bem como um trabalho intenso de conscientização social, ambiental e sustentável, mudaram a fisionomia inicial do Varjão”, argumenta o distrital. Machado também acredita que a localização da RA, próxima ao Setor de Mansões do Lago Norte, e a melhoria dos índices sociais da cidade têm agregado valor aos imóveis.

Raio-X da população

Segundo a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD) de 2018, realizada pela Codeplan, o Varjão tinha uma população, naquele ano, de 8.802 pessoas, sendo 51% do sexo feminino. A idade média dos entrevistados era de 27,9 anos. No que diz respeito à raça/cor da pele, a resposta mais comum foi “parda”, como se declararam 59,1% dos moradores. Sobre o estado civil, 65,1% da população com 14 anos ou mais de idade se declararam solteiros.

Quanto à origem dos moradores, 51,8% informaram ter nascido fora do DF. O estado mais reportado foi a Bahia, conforme 34,8% dos entrevistados.

Com relação à escolaridade das pessoas com 25 anos ou mais, 40,3% declararam ter o ensino fundamental incompleto. O índice de ocupação da população economicamente ativa estava em 58,7%, sendo o setor de serviços o principal empregador, e o Plano Piloto o principal local de trabalho. O valor médio da remuneração dos empregados era de R$ 1.468,21.

Primórdios da RA

Apesar do pouco tempo como região administrativa, o Varjão tem uma história que remonta ao final da década de 1950. Naquela época, suas terras pertenciam à Fazenda Brejo ou Torto e estavam localizadas em Planaltina.

A primeira ocupação ocorreu em meados da década de 1960, com caráter rural, em terras públicas. A partir de 1970, a área foi sucessivamente dividida, resultando em um aglomerado desordenado junto ao Ribeirão do Torto.

Em 1991, o GDF assinou o decreto de criação da chamada “Vila Varjão”, estabelecendo a fixação da população no local e determinando a elaboração de um projeto urbanístico para sua implantação definitiva. Inserida no espaço geográfico da RA do Lago Norte, a então Vila Varjão foi transformada, definitivamente, em região administrativa em 2003.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui