Você sabia que é possível baixar a prestação do seu empréstimo consignado de forma simples?

Banco Central

O Open Banking é uma alternativa para aqueles que estão com suas contas muito “apertadas”.

Por Hélio Rosa para o BSB Times

O OpenBanking , ou ‘banco aberto’, permite que você compartilhe seus dados bancários com outras instituições financeiras além de seu banco, inclusive dados sobre os seus empréstimos contratados.

Assim outros bancos, além daquele que você é correntista, podem te ofertar propostas para que você “troque o banco” do seu financiamento, lhe oferecendo menores prestações, menores juros, prazos mais alongados etc.

Isso é possível através da portabilidade de empréstimos, onde você pode ‘migrar’ seu empréstimo de um banco para outro.

“Tal iniciativa do Banco Central tem por objetivo baratear o crédito no Brasil através da concorrência entre as diversas entidades bancárias.”, nos explica Leonardo Hanggi, Diretor comercial da CredStar, que representa operadores de sistemas que ‘distribuem’ estas informações entre os bancos.

“Nossos sistemas fazem uma varredura entre os diversos bancos para que nossos analistas possam ofertar as melhores possibilidades para nossos clientes. Assim é possível diminuir sensivelmente os juros e o valor das parcelas” diz Hanngi.

Tela dos sitema da CredStar/LCC – facilidade de uso e segurança.

Nós conferimos e realmente o negócio se mostrou muito vantajoso, uma negociação simulada por nós conseguiu baixar prestações de R$ 3.000,00 por mês para menos de R$ 1.500,00.

Você pode testar também através do lilnk: https://credstar.com.br/index.php/refinancie-seu-consignado-agora-mesmo/.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

17 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui