Autoridades dos três poderes participam da entrega do título de Cidadão Honorário de Brasília a Temer

O autor da homenagem a Michel Temer, deputado Iolando (MDB), afirmou que a honraria é um reconhecimento à longeva trajetória do ex-presidente em prol da sociedade brasileira

Autoridades dos três poderes, Executivo, Legislativo e Judiciário, prestigiaram a sessão solene de entrega do título de Cidadão Honorário de Brasília ao ex-presidente da República, Michel Temer, ao secretário da Casa Civil do DF, Gustavo Rocha, e ao conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Engels Muniz. Mediado pelo presidente da CLDF, deputado Wellington Luiz (MDB), o evento, na noite desta quarta-feira (3), lotou o auditório da Casa.

Temer é “exemplo palpável do sonho brasileiro, uma demonstração viva que nesse País é possível ascender mediante o estudo, a dedicação e a firmeza de propósitos”, disse o deputado Iolando, ao citar as conquistas jurídicas e políticas, especialmente o período em que ocupou a presidência da República (31/8/2016 a 1/1/2019). “A gestão Temer foi marcada por reformas estruturais e por uma visão de futuro que buscamos resgatar”, avaliou.

O parlamentar acrescentou que o ex-presidente demonstrou “profundo amor e respeito por Brasília e, como verdadeiro estadista, compreendeu a relevância dessa cidade não apenas como capital federal, mas como símbolo de unidade e esperança para todos os brasileiros”.

Por sua vez, o deputado Hermeto (MDB), autor da concessão dos títulos ao secretário Gustavo Rocha e ao conselheiro Engels Muniz, narrou a vida, o currículo e a proximidade dos homenageados com Brasília.

Ao parabenizar Iolando e Hermeto pelas iniciativas, o deputado Wellington Luiz agradeceu a presença dos três agraciados e suas famílias. “Para nós, é motivo de muito orgulho”, declarou.

Liderança

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), destacou a integridade e a simplicidade com que Michel Temer sempre exerceu sua liderança, ao revelar que, nos momentos difíceis de governo, busca Temer como “conselheiro pessoal”.

Ibaneis relatou também a dedicação do secretário Gustavo Rocha, seu “braço direito”, e as contribuições de Engels Muniz. Para o governador, “a CLDF acertou na indicação desses três nomes para receber os títulos”.

Liderança

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), destacou a integridade e a simplicidade com que Michel Temer sempre exerceu sua liderança, ao revelar que, nos momentos difíceis de governo, busca Temer como “conselheiro pessoal”.

Ibaneis relatou também a dedicação do secretário Gustavo Rocha, seu “braço direito”, e as contribuições de Engels Muniz. Para o governador, “a CLDF acertou na indicação desses três nomes para receber os títulos”.

Já a vice-governadora do DF, Celina Leão (PP), salientou o “enorme legado” de Michel Temer, e as “brilhantes carreiras” de Gustavo Rocha e Engels Muniz.

Capacidade de diálogo
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, contou que teve a oportunidade de trabalhar com os homenageados durante o governo de Michel Temer, quando foi ministro da Justiça. “Foi um presidente sério e trabalhador, que transitava pelos três poderes com grande capacidade de diálogo”, opinou, ao manifestar publicamente sua admiração por Temer. Alexandre de Moraes também apontou a trajetória jurídica “brilhante” de Gustavo Rocha e Engels Muniz.

Para o ministro Dias Toffoli, do STF, a solenidade mostrou um momento de alegria e descontração em que o DF reconheceu o trabalho fenomenal dos três agraciados.

De acordo com o vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), desembargador Marcos Augusto de Sousa, as honrarias foram escolhas acertadas da CLDF porque os homenageados são pessoas intimamente ligadas à vida do DF.

Também do TRF1, o desembargador Hércules Fajoses, que trabalhou por uma década com Temer, exaltou as qualidades do ex-presidente, a quem adjetivou de “mestre”, como a serenidade, a imparcialidade e a capacidade de saber ouvir com a mente aberta. Como amigo de Gustavo Rocha e Engels Muniz, Fajoses considerou que ambos são agentes públicos vocacionados, disponíveis e incansáveis na busca por soluções.  “São homenagens justas”, reforçou.

“Merecidíssimas”, endossou o presidente do Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT), desembargador José Cruz Macedo. Do mesmo modo, o conselheiro Márcio Michel, presidente do Tribunal de Contas do DF (TCDF), salientou a “grandiosa homenagem” ao estadista Temer e aos competentes Gustavo Rocha e Engels Muniz.

Esposa de Gustavo Rocha, a secretária de Justiça e Cidadania do DF, Marcela Passamani, ressaltou o comprometimento de Temer com o País, a bem-sucedida carreira de Engels Muniz e o caráter de Rocha. “Você é minha referência”, disse ao marido.

Cidadão nacional

“A partir de hoje, sou um cidadão nacional”, afirmou Michel Temer, ao agradecer o título de Cidadão Honorário de Brasília. Ele descreveu seu sentimento de encantamento por Brasília, cidade onde viveu por 36 anos. “Me sinto enaltecido e honrado”, revelou. O ex-presidente fez, ainda, uma ampla defesa da Constituição Federal e dos princípios democráticos, em especial do princípio da paz.

Em Brasília há 18 anos, Engels Muniz contou que tinha muitos sonhos quando chegou na cidade, mas nenhum deles se equipara com a noite de hoje, quando recebeu o título de Cidadão Honorário de Brasília, cidade onde se sente “feliz”, e juntamente com dois homenageados que ele tanto admira.
“É uma alegria muito grande”, assinalou Gustavo Rocha. “Esta honra é ainda maior porque estou recebendo essa homenagem ao lado de dois amigos, Michel Temer e Engels Muniz”, assegurou.

Diversas personalidades da esfera federal e local, como ministros, parlamentares, desembargadores e secretários de Estado cumprimentaram os homenageados no evento, transmitido ao vivo pela TV Distrital (canal 9.3) e YouTube.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui