BC confirma vazamento de dados de milhares de chaves Pix

Pix é o pagamento instantâneo brasileiro. O meio de pagamento criado pelo Banco Central (BC) em que os recursos são transferidos entre contas em poucos segundos, a qualquer hora ou dia. É prático, rápido e seguro.

Caso envolve clientes da Fidúcia Sociedade de Crédito ao Microempreendedor e à Empresa de Pequeno Porte Limitada

O Banco Central (BC) confirmou nesta segunda-feira (18) que ocorreu o vazamento de dados cadastrais de 46.093 chaves Pix pertencentes a clientes da Fidúcia Sociedade de Crédito ao Microempreendedor e à Empresa de Pequeno Porte Limitada. Este foi o sexto incidente do tipo desde o lançamento do sistema de pagamentos instantâneos em novembro de 2020.

De acordo com o BC, o vazamento ocorreu devido a falhas específicas nos sistemas da instituição de pagamento, afetando apenas informações cadastrais e não influenciando nas transações financeiras, como saldos e senhas. Em virtude do compromisso com a transparência, o BC optou por divulgar o ocorrido, embora o impacto potencial para os clientes seja considerado baixo.

BRASIL


 

Todos os clientes afetados serão notificados através do aplicativo da Phi Pagamentos ou do internet banking da instituição. O BC alertou que esses serão os únicos canais oficiais de comunicação sobre a exposição das chaves Pix e orientou os clientes a desconsiderarem qualquer outra forma de contato, como chamadas telefônicas, SMS ou e-mails.

O vazamento de dados está sob investigação do BC, podendo resultar em sanções como multas, suspensão ou até mesmo exclusão do sistema do Pix, conforme previsto pela legislação. Este é o sexto incidente do tipo desde a criação do sistema, com casos anteriores envolvendo outras instituições e também relacionados apenas a informações cadastrais, sem exposição de dados sensíveis como senhas e saldos bancários.

VARIEDADES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui