Desemprego cai no DF pelo terceiro mês consecutivo, aponta Codeplan

No recorte por faixa etária, o desemprego entre os jovens entre 16 a 24 anos recuou de 43,1% para 41,9%

Pesquisa de Emprego e Desemprego no Distrito Federal (PED-DF), realizada pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), aponta queda, pelo terceiro mês consecutivo, nos índices de desemprego da capital do país. De acordo com os dados da pesquisa, em abril a taxa total de desempregados estava em 19,6%.

Desde então, o índice, desenhou uma linha de queda, e alcançou 19,4% em maio; 18,7% em junho e 18,2% em julho. Os números também apontam um cenário na empregabilidade de jovens. O desemprego por faixa etária apresentou queda entre os trabalhadores de 16 a 24 anos de 43,1% para 41,9%, se comparado ao mês anterior. Entre 25 a 39 anos, a queda também foi acentuada, de 18,7% para 15,6%; já para o público entre 40 a 49 anos, a queda foi de 11,7% para 9,9%.

Em relação ao mesmo período do ano passado, a taxa de desemprego total diminuiu de 19,2% para 18,2%. Segundo a pesquisa, o número de desempregados diminuiu devido ao acréscimo do nível de ocupação, com mais de 19 mil postos de trabalho. O número da População Economicamente Ativa (PEA) é de 12 mil pessoas.

Empregos domésticos

O maior crescimento, se comparado ao mesmo período do ano passado, se refere ao setor de empregados domésticos, que apresentou um percentual de 27,1%. Outros setores, como o privado sem Carteira de Trabalho, representam 19%. Já os trabalhadores autônomos têm uma participação de 17,9% e setor privado com carteira assinada, de 8,2%.

Se comparado a junho, o mês de julho também demonstrou crescimento no setor de empregos domésticos, com um avanço de 6,1%. No entanto, os trabalhadores autônomos perderam força e recuaram -3,1%.

O mesmo fenômeno acontece com o comércio e reparação e o setor de produção, que apresentaram -0,9% e -0,7%, respectivamente.

Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui