Gustavo Mendanha planeja seu retorno ao MDB no segundo semestre, em evento marcante

Gustavo Mendanha ao meio de Daniel Vilela, vice-governador de Goiás, e Ronaldo Caiado, governador | Foto: Divulgação

Filiação ao MDB é prioridade para Mendanha, que busca consulta jurídica em Brasília para sua candidatura ao Paço Municipal em 2024

Mendanha, ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, anunciou seu retorno ao MDB, mas ainda não formalizou sua saída do Patriota, partido pelo qual concorreu nas eleições de 2022 e ficou em segundo lugar, derrotado pelo agora aliado Ronaldo Caiado (União Brasil).
Segundo Mendanha, em entrevista ao Diário de Goiás, o evento de filiação ao MDB acontecerá apenas no segundo semestre, provavelmente antes de sua viagem a Israel com o governador Ronaldo Caiado.
Em outubro, eles irão visitar uma importante feira de tecnologia e agricultura. Para Mendanha, não há pressa em retornar ao MDB, pois seu retorno já foi anunciado e está consolidado. Nesse meio tempo, o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia irá concentrar seus esforços na viabilidade jurídica de uma possível candidatura ao Paço Municipal em 2024, buscando consultas com juristas que possuam influência no Supremo Tribunal Federal (STF) em Brasília.
No percurso de retorno ao MDB, Mendanha terá a companhia de Vilmar Mariano, seu sucessor no cargo de prefeito de Aparecida. Mariano nunca escondeu o desejo de voltar ao partido onde construiu sua carreira política.
Ao se juntar novamente ao MDB e à base caiadista, Gustavo Mendanha segue os passos de Daniel Vilela após as eleições de 2018. Após ser derrotado naquela eleição, o ex-deputado federal adotou uma postura de oposição durante a primeira metade do mandato do governador Ronaldo Caiado. No entanto, após o falecimento de seu pai, Maguito Vilela, em janeiro de 2020, ele gradualmente se aproximou de seu ex-rival ao ponto de ser anunciado como candidato a vice-governador. Hoje, o trio caminha lado a lado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui