Protocolos do Sebrae servirão para o retorno das atividades dos pequenos negócios

Em transmissão nas redes sociais, diretores da instituição e representantes do governo e de entidades parceiras destacaram a importância da iniciativa

Os protocolos de retomada, organizados pelo Sebrae, serão os principais aliados das micro e pequenas empresas no retorno às atividades, com o fim gradual das medidas de isolamento social determinadas para enfrentamento da pandemia de coronavírus. O conjunto de documentos, todos com base em informações oficiais, vai orientar os empreendedores sobre como atuar diante da crise, tanto na condução das empresas, quanto na relação com funcionários, fornecedores e clientes. O objetivo é assegurar a reabertura da economia acontecer de forma mais segura, evitando a propagação da doença. A inciativa do Sebrae abrange 47 segmentos entre os mais atingidos pela crise. O tema foi debatido nesta terça-feira (9), durante uma live realizada no canal do YouTube da instituição.

Participaram do encontro, além do presidente do Sebrae, Carlos Melles; os diretores Técnico da instituição, Bruno Quick; e de Administração e Finanças, Eduardo Diogo. O debate contou ainda com as participações do secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), do Ministério da Economia, Carlos Da Costa; da Coordenadora Geral de Saúde do Trabalhador, do Ministério da Saúde, Karla Baêta e dos presidentes da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci Júnior e do diretor da Associação Brasileira do Varejo Têxtil (Abvtex), Edmundo Lima.

“Os protocolos darão mais segurança aos varejistas” explicou Carlos Melles. Segundo o presidente do Sebrae, esse conjunto de conteúdos produzidos pela instituição com o apoio de entidades setoriais vai unir a economia, buscando mais proteção.. Já o secretário Carlos Da Costa, elogiou a atuação do Sebrae na elaboração dos protocolos que beneficiarão principalmente os pequenos negócios. Assim como os demais debatedores, ele ressaltou a necessidade de todos os setores se reunirem na retomada da economia. “Temos que superar todas as dificuldades e dar a volta por cima”, ressaltou o secretário. A coordenadora do Ministério da Saúde, Karla Baêta lembrou que no momento da retomada é necessária a união de todos. “Tem que haver uma harmonização nas informações nesse momento”, diz ela.

Paulo Solmucci e Edmundo Lima concordaram com a avaliação dos demais participantes da live e destacaram que tanto o setor têxtil, quanto o segmento dos bares e restaurantes também esperam dias melhores; principalmente em alguns municípios onde o comércio começa a retornar, como São Paulo.

FONTE: Portal SEBRAE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui