Direita da guinada e vence eleições por toda Europa

Resultados mostram fortalecimento da direita na França, Espanha, Alemanha e Itália, enquanto a esquerda perde força.

As eleições para o Parlamento Europeu realizadas neste domingo (9) resultaram em uma expressiva vitória para os partidos de direita em vários países europeus, incluindo França, Espanha, Itália e Bélgica. O cenário político na Europa reflete um movimento crescente em direção ao centro-direita e à direita.

França: Reagrupamento Nacional na Frente

Na França, o partido Reagrupamento Nacional (RN), liderado por Marine Le Pen e Jordan Bardella, obteve 32,4% dos votos, superando o Partido Socialista (PS) do presidente Emmanuel Macron, que ficou com 15,2%. Em resposta ao resultado, Macron dissolveu a Assembleia Nacional e convocou novas eleições parlamentares.

Bélgica: PPE Vence S&D

Na Bélgica, o Partido Popular Europeu (PPE) saiu vitorioso, conquistando 181 assentos no Parlamento Europeu, enquanto a Aliança dos Socialistas e Democratas (S&D) obteve 82 assentos, consolidando a vitória da direita no país.

Espanha: Partido Popular à Frente

Na Espanha, o Partido Popular (PP), de centro-direita, venceu com 34,18% dos votos, deixando para trás o Partido Socialista (PSOE), que alcançou 30,19%. O Vox, partido de ultradireita, ficou em terceiro lugar com 9,62%.

Itália: Irmãos de Itália em Primeiro Lugar

Os resultados na Itália favoreceram o partido Irmãos de Itália (FDI), liderado pela primeira-ministra Giorgia Meloni, que superou o Partido Democrático (PD), de centro-esquerda, nas urnas. Os dados foram confirmados pelas pesquisas de boca de urna divulgadas pela imprensa local.

Outros Países com Vitórias da Direita

Além dos mencionados, a direita também venceu em outros países como Grécia, Bulgária, Hungria, Finlândia, Croácia, Áustria e Alemanha, consolidando uma tendência de fortalecimento conservador na Europa.

Portugal: Empate Técnico

Em Portugal, até o fechamento desta matéria, havia um empate técnico entre o Partido Socialista (PS) e a coalizão de centro-direita Aliança Democrática (AD), liderada pelo primeiro-ministro Luís Montenegro. Com 97,07% dos votos apurados, o PS tinha 32,28% dos votos, seguido pela AD com 31,64%. O partido de extrema-direita Chega e a Iniciativa Liberal (IL) também conquistaram cadeiras no parlamento.

Os resultados das eleições europeias mostram um claro avanço da direita política em diversos países, indicando mudanças significativas no panorama político do continente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui