Oposição solicitará impeachment de Barroso após dizer que “venceu o bolsonarisno” em congresso da UNE

Deputados do PL acusam ministro do STF de atividade político-partidária, vetada aos integrantes da Suprema Corte

Deputados do Partido Liberal (PL) anunciaram a intenção de apresentar um pedido de impeachment contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Roberto Barroso, devido às suas declarações contrárias aos apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Durante um discurso no 59º Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE) na quarta-feira (12 de julho), Barroso afirmou ter lutado “contra a Ditadura e contra o bolsonarismo”, o que resultou em vaias da plateia. Ele acrescentou dizendo: “Nós vencemos o bolsonarismo”.

Por meio do Twitter, deputados do PL acusaram o magistrado de envolvimento em atividade político-partidária, o que é proibido para ministros do Supremo.

Veja também:


HISTÓRICO: Essa não é a primeira vez que Barroso se manifesta contra o bolsonarismo. Em novembro de 2022, após a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições, o ministro do STF foi abordado por um manifestante em Nova York (EUA) que o questionou sobre o código-fonte das urnas eletrônicas – um tema recorrente entre os apoiadores de Bolsonaro. Na ocasião, o magistrado respondeu: “Perdeu, mané, não amola”. Alguns meses antes, em junho do mesmo ano, Barroso foi hostilizado por um homem nos EUA enquanto estava em Harvard para uma palestra. O ministro foi chamado de “demônio” e “boquinha de veludo”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui