Quem é o cafetão baleado e queimado vivo pelo namorado da sereia do s3xo

Crime brutal revela relação doentia entre prostituta, cafetão e criminoso.

A trama macabra envolvendo a prostituta Ana Clara Silva dos Santos, de 20 anos, e o criminoso Antônio Pereira Martins, 65, resultou em uma morte bárbara: a do cafetão Glaudêncio Santos, 41. Ele foi atraído para uma emboscada após o namorado da jovem descobrir que o agenciador marcava uma série de encontros sexuais para ela.

O crime motivado por ciúmes e vingança foi esclarecido pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Glaudêncio foi levado até o lixão do Morro do Sabão, em Samambaia, sob o pretexto de realizar uma oferenda religiosa. O cafetão e a prostituta frequentemente realizavam rituais juntos, o que não levantou suspeitas sobre o convite.

Antônio, porém, humilhou a vítima como forma de castigo. No local, torturou Glaudêncio, obrigando-o a chupar o cano da arma de fogo, em uma demonstração de represália pela quantidade excessiva de programas agendados diariamente para Ana Clara. O crime revela os extremos de uma relação marcada pela violência e controle.

*Com informações do Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui