1º de abril: 5 grandes mentiras da história do Brazil

Mitos, parábolas, simplesmente mentiras que engolimos sobre a história do Brazil

Desde os bancos escolares até obras de ficção, aprendemos sobre momentos e figuras que moldaram a história do Brasil. No entanto, muitas vezes esses relatos são distorcidos por interesses sociais e principalmente políticos, perpetuando mitos que se tornam parte do conhecimento popular.

  1. A Independência Não Foi em 7 de Setembro
    Embora o 7 de setembro seja a data oficial da independência do Brasil, a verdade é que a aclamação de Dom Pedro I ocorreu em 12 de outubro e sua coroação em 1º de dezembro. O jornalista Laurentino Gomes destaca que houve muito debate sobre qual data deveria ser celebrada, sendo o 7 de setembro instituído como feriado durante o segundo reinado, com Dom Pedro II. Lembrando ainda que os atos legais que liberaram o país vieram de sua esposa, Dona Leopoldina, dia 2 de seembro.
  2. Zumbi dos Palmares e a Ilusão da Abolição
    Apesar de ser considerado um herói da luta contra a escravidão, historiadores apontam que Zumbi dos Palmares também era proprietário de escravos, submetendo-os a trabalhos forçados. Leandro Narloch argumenta que Zumbi estava mais interessado em seus próprios direitos do que na libertação de todos os escravos.
  3. As Cores da Bandeira Brasileira
    Embora muitos acreditem que o verde e o amarelo na bandeira representam as riquezas naturais do Brasil, na verdade, foram as cores das casas reais de Bragança e Habsburg, à qual pertenciam Dom Pedro I e a Imperatriz Dona Leopoldina.
  4. Pedro Álvares Cabral e a Descoberta do Brasil
    Apesar de ser celebrado como o descobridor do Brasil, historiadores apontam que Pedro Álvares Cabral não foi o primeiro a chegar às terras brasileiras. Evidências sugerem que dois anos antes, Duarte Pereira Pacheco já havia explorado a região, mas a coroa portuguesa manteve a descoberta em segredo para evitar conflitos com a Espanha.

 

Há, porque BraZil? Simples, as normas gramaticais e etimológicas rezam que Brazil se escreve com “Z”, a atual forma é outra invenção política.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui