Alô Alô esquerdinha: crime não é resistência

Rapper Oruam clama por liberdade ao pai, um psicopata homicida condenado

Por Tiago Lucero

Há poucos dias um rapper até então desconhecido (por mim, e se pudesse escolher continuaria desconhecido a todos), um tal Oruam, pareceu no festejado festival Lollapalooza pedindo liberdade para o chefe do Comando Vermelho Marcinho VP.

Primeiramente creio que talvez clamar pela libertação de um criminoso nefasto conhecido e condenado pela justiça possa ser enquadrado com apologia ao crime (Art. 287 – Fazer, publicamente, apologia de fato criminoso ou de autor de crime: Pena – detenção, de três a seis meses, ou multa.): alô-alô Ministério Público!!!!

Segundo é surreal a forma “isenta” como o fato foi tratado pela mídia tradicional em geral – como se fosse normal alguém sair por aí defendendo a libertação de um assassino psicopata, líder de uma organização criminosa, certamente mandante e mente por traz de centenas de homicídios.

Continua após os links

Apenas em junho deste ano, 144 mil clientes tiveram o serviço interrompidos em função de ocorrências na rede elétrica relacionadas a pipas. O número revela um aumento de quase 92%…

Relacionadas O Governo de Minas e o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) inauguraram, nesta segunda-feira (22/7), a primeira fase da restauração de diversas áreas do Palácio da Liberdade, em…

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag-MG) participou, na última semana, da 90ª edição do Fórum Nacional dos Secretários do Planejamento, realizado em Porto Velho, Rondônia. O evento…

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) assinaram, nesta segunda-feira (22/7), um acordo de cooperação técnica para ações de infraestrutura e…

O Banco BRB e a Veloe anunciaram o lançamento da Tag BRB by Veloe, recurso inovador e prático para facilitar pagamentos de mobilidade. A novidade vem com condições especiais para…

Em colaboração com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS) – Campus Pouso Alegre, a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais…

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IgesDF) lançou, nesta segunda-feira (22), novos processos seletivos para cadastro reserva em diversas áreas, incluindo médico hematologista e hemoterapeuta, assistente…

Um estudo do Observatório de Conhecimento e Inovação em Bioeconomia da Fundação Getulio Vargas (FGV) sobre o mercado voluntário de carbono no Brasil mostrou que, no ano passado, houve uma…

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) garantiu acolhimento e fortaleceu o acesso aos direitos básicos para pessoas em situação de rua na ação de acolhimento realizada na semana passada em…

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou, nesta segunda-feira (22), edital do concurso público para preenchimento de 150 vagas de nível superior e 750 para formação de cadastro…

Esse ato-falho de jornalistas criados no ventre da lógica marxitóide deixa evidente um nítido erro cognitivo da grande maioria da juventude de esquerda ôba-ôba, sempre de prontidão para apontar o dedo para qualquer coisa que acreditam ser “opressão” e defender qualquer forma de “resistência” (como sua defesa abjeta da decapitação de recém-nascidos e estupros coletivos cometidos pelo Hamas).

Na cabeça atolada do entrelaçado ideológico ignóbil e hermético marxista dessas pessoas pode fazer sentido o crime como forma de “resistência”.

Mas “ainda” vivemos um Estado de Direito, e destarte a Lei, moralmente o crime “ainda” é crime, e não resistência.

website average bounce rate

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui