Áudio revela coação de servidores para participarem de evento de Lula no RJ

Foto: Ag. Brasil

Gravação mostra prefeito Waguinho exigindo presença de funcionários em comício do ex-presidente

Uma gravação de uma reunião de servidores da cidade de Belford Roxo, no Rio de Janeiro, sugere que o prefeito do município, Waguinho, esposo da ex-ministra do Turismo Daniela Carneiro, teria coagido funcionários da prefeitura a participarem do evento de Lula ocorrido na terça-feira (6/2) na Baixada Fluminense.

Na reunião, realizada na Escola Municipal Ernesto Pinheiro Barcellos na sexta-feira (1º/2), diretoras orientaram os funcionários sobre o evento, indicando que, apesar do ponto facultativo decretado pelo prefeito, era obrigatório comparecer ao comício. Instruções incluíam o uso de bonés em apoio a Lula e momentos específicos para ovacionar o presidente.

Opinião


O áudio revela que a prefeitura providenciaria um ônibus para os servidores da escola e ofereceria café da manhã, almoço, água e lanche durante o evento. Uma das diretoras afirma na gravação que o prefeito solicitou o uso de bonés, camisas e faixas de apoio ao presidente Lula.

Waguinho decretou ponto facultativo no evento devido à visita de Lula a Belford Roxo, justificando-o pelo “movimento de veículos” causado pela comitiva presidencial, conforme publicado no Diário Oficial do município.

Brasil:


 

As lideranças da escola também informaram que os ônibus fretados circulariam pela cidade e levariam servidores da Saúde ao evento. Além do áudio, prints de um grupo da creche municipal indicam que diretores enviaram orientações sobre o ponto de encontro para tomar o ônibus.

Funcionários afirmam terem sido obrigados a utilizar os ônibus contratados pela prefeitura, sem a opção de ir por conta própria. Lula visitou Belford Roxo para inaugurar uma escola municipal em homenagem ao seu falecido neto, Arthur Araújo Lula da Silva, além de participar de atos relacionados a projetos educacionais e de saúde na cidade.

Variedades:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui